Donald Trump planeja ‘grande final’ no dia da posse de Biden

Arquivado em: América do Norte, Europa, Manchete, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 7 de dezembro de 2020 as 11:07, por: CdB

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump pode sair da Casa Branca de helicóptero no dia da posse do democrata Joe Biden, revela o portal Axios, citando o canal NBC News.

Por Redação, com Sputnik – de Washington

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump pode sair da Casa Branca de helicóptero no dia da posse do democrata Joe Biden, revela o portal Axios, citando o canal NBC News.

Presidente dos EUA Donald Trump
Presidente dos EUA Donald Trump

Segundo o portal, logo depois, Trump mudará para um avião Air Force One, que fará um voo final para a Flórida, onde o presidente proferirá um discurso em frente de seus partidários. O autor do artigo chama este plano presidencial de “grande final feito para a televisão”.

Nota-se que, na Flórida, Trump pode anunciar sua intenção de se recandidatar ao cargo de chefe de Estado em 2024.

O portal considera que a saída em helicóptero do Gramado Sul da Casa Branca permitirá a Trump evitar “protestos” e “troca de gentilezas” com o futuro presidente norte-americano Biden, além de evitar estar na Casa Branca quando seu adversário fizer o juramento.

A equipe de Trump recusou comentar este plano. “Fontes anônimas que afirmam saber o que o presidente está ou não ponderando não fazem ideia. Quando o presidente Trump tiver pronta a declaração de seus planos para 20 de janeiro, ele avisará vocês”, afirmou o porta-voz da Casa Branca, Judd Deere, citado pelo portal.

As eleições presidenciais nos EUA foram no dia 3 de novembro. Segundo dados preliminares, venceu o candidato democrata, o ex-vice-presidente Joe Biden. Trump ainda não admitiu sua derrota, tendo pedido a recontagem dos votos ao tribunal.

Advogado de Donald Trump

O ex-prefeito de Nova York e atual advogado de Donald Trump, Rudy Giuliani, foi diagnosticado com covid-19, conforme anunciou o próprio presidente dos Estados Unidos no domingo no Twitter.

Giuliani é mais um dos integrantes do círculo mais próximo do presidente Donald Trump a ser diagnosticado com a doença. O próprio Trump foi infectado com a covid-19 há cerca de dois meses e aproveitou a postagem sobre o ex-prefeito de Nova York para provocar a China, voltando a insinuar que o país asiático teria responsabilidade na propagação da pandemia.

Rudy Giuliani, de longe o melhor prefeito da história de Nova York, e que tem trabalhado de maneira incansável para expor a eleição mais corrupta [de longe!] da história dos Estados Unidos, recebeu diagnóstico positivo para o China Vírus. Fique bom logo Rudy, nós vamos seguir em frente!!!

Desde que Trump foi infectado, diversos funcionários, tais como o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, e o secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Ben Carson, e pessoas próximas do presidente, como sua esposa Melania Trump e seus filhos, Barron Trump e Donald Jr., também pegaram a doença.

Nos últimos dias e semanas, o ex-prefeito de Nova York, de 76 anos, viajou extensivamente para os estados onde Trump trava uma batalha judicial com demandas relativas às eleições presidenciais, em um esforço para ajudar o presidente a subverter a derrota eleitoral que vem sendo projetada pela mídia norte-americana.

Giuliani também foi visto em várias ocasiões ao lado de diversas pessoas, durante horas, sem usar máscara, como por exemplo no última quinta-feira, quando compareceu a uma audiência no capitólio da Geórgia.