Doria e Major Olímpio saem no tapa, durante visita oficial

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 16 de março de 2020 as 14:28, por: CdB

Durante visita do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ao  Departamento de Operações Policiais Estratégicas – DOPE na manhã desta segunda-feira, o tucano e o senador Major Olímpio tiveram uma discussão quente.

Por Redação, com agências de notícias – de São Paulo

Durante visita do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ao  Departamento de Operações Policiais Estratégicas – DOPE na manhã desta segunda-feira, o tucano e o senador Major Olímpio tiveram uma discussão quente.

Major Olímpio e Doria discutem
Major Olímpio e Doria discutem

Se não fossem os seguranças do governador, Doria e Olímpio teriam, provavelmente, se agredido fisicamente. Na confusão, o senador chamou Doria de “vagabundo” e afirmou que ele estaria agindo como um moleque.

Major Olímpio foi expulso do local por seguranças. Em rede social, ele disse que Doria escalou policiais para o esperarem para que ele fizesse uma foto. “Mostrei a verdade e quando ele chegou, me insultou e se escondeu atrás de policiais que ele mesmo desvaloriza, mas que estão cumprindo sua missão e juramento. Covarde e mentiroso”.

Confusão

O Major gravou um vídeo para explicar a sua visão dos fatos, criticou a atitude do governador em relação aos policiais e disse que o caso “não vai ficar barato”.

– Doria convocou policiais para ficarem desde as 7 horas da manhã para fazerem imagens com ele. Os policiais me acionaram, fui para frente do Dope. Como não fui convidado para entrar, não ingressei no prédio, eu e o deputado federal Coronel Tadeu, com a minha caixinha de som, ficamos fazendo falas – contou Olímpio em um vídeo no qual explica a sua versão. “Ele começou a me dizer impropérios e, obviamente protegido pela segurança, fez com que a segurança me colocasse para fora do evento. Lamentável, atitude covarde do João Doria. Não comigo, comigo que se dane, mas com os policiais de São Paulo. Não vai ficar barato isso.”