Em três dias de fiscalização, Rio registra mais de 1,6 mil autuações

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 8 de março de 2021 as 13:16, por: CdB

Após três dias de fiscalização das novas medidas restritivas de combate à pandemia da covid-19, determinadas pelo decreto 48.573 de 4 de março de 2021, a Prefeitura registrou 1.669 autuações, sendo 203 multas a estabelecimentos e 31 interdições.

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro

Após três dias de fiscalização das novas medidas restritivas de combate à pandemia da covid-19, determinadas pelo decreto 48.573 de 4 de março de 2021, a Prefeitura registrou 1.669 autuações, sendo 203 multas a estabelecimentos e 31 interdições. As ações dos agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), juntamente com a Guarda Municipal e o Instituto de Vigilância Sanitária (Ivisa), além do apoio da Polícia Militar, ocorreram das 17h da sexta passada até as 7h desta  segunda-feira.

Os agentes interromperam uma festa em Campo Grande

Somente no terceiro dia de operações, neste domingo, foram registradas 706 autuações, entre multas e interdições a estabelecimentos, encerramento de feiras, reboques e apreensão de mercadorias de ambulantes.  Os fiscais também multaram 83 estabelecimentos que funcionavam após o horário permitido e fizeram oito interdições. As ações ocorreram com os comboios em diversos pontos da Zona Sul, Barra da Tijuca, Bangu, Taquara, Freguesia e Vila Valqueire; além de atuações destacadas da Guarda Municipal por todo o município.

– Nosso principal objetivo nas fiscalizações das novas medidas de restrição está sendo conquistado, uma vez que temos conseguido evitar, quase que na totalidade, as aglomerações no município do Rio. Mesmo com a adesão da maior parte da população, a Secretaria de Ordem Pública segue fazendo fiscalizações e autuando àqueles que insistem em descumprir as determinações impostas para combater à covid-19 – reforça o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Guarda Municipal fecha 61 estabelecimentos 

A Guarda Municipal fechou 61 estabelecimentos flagrados funcionando fora do horário permitido, entre a tarde de domingo e o fim da madrugada desta segunda-feira. A operação resultou na aplicação de 404 multas de trânsito por diversas irregularidades, entre elas o estacionamento na calçada, em local proibido ou em fila dupla.

Neste domingo, guardas municipais da 13ª inspetoria (Campo Grande) e policiais militares do 41ª Batalhão interromperam uma festa na Estrada do Lameirão Pequeno, na localidade Rio da Prata, em Campo Grande. No local, havia cerca de 40 pessoas, que foram dispersadas após a chegada dos agentes.

Na Praça General Osório, em Ipanema, guardas municipais prenderam uma bióloga de 38 anos que desacatou uma agente após ser notificada por falta do uso de máscara de proteção facial. Após a abordagem, a mulher ofendeu a subinspetora da GM Shirlei da Cruz dizendo que ela “era um ser desprezível, pior do que seu cachorro”. A mulher, que também ofendeu outro guarda municipal durante a ação, foi conduzida para a 14ª DP (Leblon), onde o caso foi registrado como desacato.

Desde o início das ações no último dia 5, já foram notificados 136 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e quiosques, por funcionamento fora do horário permitido pelo decreto, e foram aplicadas 1.057 multas de trânsito. Os agentes fizeram um trabalho preventivo orientando os donos de bares e restaurantes sobre os horários e medidas estabelecidas pelo decreto.

Medidas do decreto

As equipes atuaram em diversos pontos da cidade para verificar o cumprimento das medidas do decreto. Na região central do Rio, as forças-tarefa percorreram a região da Lapa nas Ruas do Riachuelo, Moncorvo Filho, Frei Caneca, Avenida Mem de Sá e nas praças João Pessoa, Tiradentes e Cruz Vermelha.

Na Zona Sul, as equipes fizeram rondas nos principais pontos de concentração de bares da região como a Rua Dias Ferreira, Avenida Ataufo de Paiva e Praça Cazuza, no Leblon; Rua Barata Ribeiro, Hilário da Gouvêa, em Copacabana; Praça São Salvador, no Flamengo; Praça Nelson Mandela, em Botafogo e no Baixo Gávea.

Na Zona Oeste, as equipes estiveram presentes em diversos pontos, entre eles as avenidas Lúcio Costa, Olegário Maciel e a Praça do O, na Barra da Tijuca; Ponto Chique, em Padre Miguel; Praça Tim Maia e Avenida Giomar Novaes no Recreio dos Bandeirantes; e na Estrada do Guandu do Sapê, em Campo Grande.

Na Zona Norte, os agentes atuaram nos polos gastronômicos e em vias com alta concentração de bares como a Estrada Intendente de Magalhães, em Vila Valqueire; Rua Dias da Cruz, no Méier; Rua Belisário Pena, na Penha; Avenida Braz de Pina, no Polo Gastronômico de Vista Alegre; na Praça da Bandeira; ruas Isidro de Figueiredo, Haddock Lobo, Cândido Brasil e Praça Varnhagen, na Tijuca; ruas Barão de São Francisco e Torres Homem, em Vila Isabel; Rua Domingos Lopes, em Madureira; Parque Madureira; na Ilha de Paquetá; Praça Iá Iá Garcia, Estrada do Rio Jequiá e nas praias da Engenhoca, São Bento e da Bica, na Ilha do Governador.