Em três dias de fiscalização, Rio registra mais de 2,3 mil ações

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 15 de março de 2021 as 13:41, por: CdB

Após três dias de fiscalização das novas medidas impostas pela Prefeitura, foram registradas 2.303 ações, entre multas e interdições a estabelecimentos, não utilização de máscaras, aglomerações, infrações de trânsito, reboques, encerramento de feiras, apreensões de mercadorias de ambulantes, com 125 estabelecimentos fechados e 57 multas a bares, restaurantes e ambulantes.

Por Redação, com agências de notícias – do Rio de Janeiro

Após três dias de fiscalização das novas medidas impostas pela Prefeitura, foram registradas 2.303 ações, entre multas e interdições a estabelecimentos, não utilização de máscaras, aglomerações, infrações de trânsito, reboques, encerramento de feiras, apreensões de mercadorias de ambulantes, com 125 estabelecimentos fechados e 57 multas a bares, restaurantes e ambulantes.

Somente no terceiro dia de operações foram registradas 605 ações

Somente no terceiro dia de operações foram registradas 605 ações, com estabelecimentos fechados e 13 multas a ambulantes, restaurantes e bares. Realizadas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), juntamente com a Guarda Municipal, Instituto de Vigilância Sanitária e o apoio da Polícia Militar, as ações de fiscalização ocorreram com os comboios em diversos pontos da Zona Sul, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Praia da Reserva, Praia da Macumba, Campo Grande e Bangu, além de atuações destacadas da Guarda Municipal por todo o município do Rio. As forças-tarefas atuaram em locais que apresentavam altos índices de aglomeração e também registros de denúncias na central 1746 da Prefeitura do Rio.

– Seguimos satisfeitos com o saldo das fiscalizações e da adesão da sociedade ao novo decreto. Através da ocupação prévia dos principais pontos de aglomeração mapeados, conseguimos reduzir muito a incidência de pessoas descumprindo as medidas de proteção à vida. Continuaremos nas ruas com o trabalho de fiscalização, principalmente para agir naqueles que infringem as determinações – afirma o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Praias lotadas

A prefeitura do Rio colocou suas equipes de segurança para trabalhar, aplicou 17 multas e interditou 58 estabelecimentos comerciais no primeiro dia de fiscalização das novas regras restritivas para conter a expansão dos casos de covid-19 no município. Apesar do esforço, no entanto, as praias da Zona Sul carioca ficaram lotadas de banhistas, sem máscaras, em meio à aglomeração.

Em toda a capital do Estado, no entanto, foram realizadas 1.011 ações para coibir aglomerações, exigir o uso correto de máscaras, além de infrações de trânsito, reboques, encerramento de feiras e apreensões de mercadorias de ambulantes. O secretário de Ordem Pública, delegado Brenno Carnevale, avaliou como positivos os registros do primeiro dia de ações de fiscalização.

— Seguimos conseguindo evitar grandes concentrações de pessoas e, no geral, contamos com grande adesão da população às novas determinações da prefeitura, em especial dos comerciantes. Continuamos pedindo a conscientização da sociedade e seguimos nas ruas realizando as fiscalizações em todo o município — avisou.

Transportes

As fiscalizações foram realizadas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), junto com equipes da Guarda Municipal, Instituto de Vigilância Sanitária e o apoio da Polícia Militar e ocorreram em diversos pontos da Zona Sul, como a Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Taquara, Freguesia, Vila Valqueire, praia da Macumba, praia da Reserva, além de atuações destacadas da Guarda Municipal por todo o município do Rio de Janeiro.

Desde a zero hora de sexta-feira, estão em vigor as novas medidas determinadas pelo Decreto 48.604, publicado na edição do Diário Oficial da última quinta-feira.

Até o dia 22 de março, o comércio, os serviços e o funcionalismo público passam a ter horários escalonados de funcionamento para evitar a lotação no transporte público. Quiosques e ambulantes podem voltar a atuar nas praias, até as 17h.

Bares, lanchonetes e restaurantes funcionam até as 21h com atendimento presencial, após esse horário estão liberados a atuar apenas em sistema de entrega a domicílio, drive-thru e entrega rápida com retirada do produto na loja. Após as 21h está vedado o consumo no local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code