Empresário que ameaçou a vida de Lula pode ser preso a qualquer minuto

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado domingo, 14 de março de 2021 as 16:45, por: CdB

O vídeo está no canal do agressor, no YouTube. A página é ilustrada por uma foto dele e uma faixa com os dizeres “Capitão, você não está sozinho”. O atirador acabou removendo o vídeo do seu Twitter, mas toda a conversa foi gravada.

Por Redação – de São Paulo

O vídeo que circula nas redes sociais, no qual o empresário José Sabatini, da cidade de Arthur Nogueira, interior de São Paulo, ameaça o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, servirá de prova para embasar, juridicamente, o pedido de prisão do criminoso. De arma em punho, o bolsonarista dispara em alguns alvos e xinga Lula.

Sabatini, de arma em punho, ameaça matar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

— Lula, seu f.d.p, eu quero dar um recado pra você: se você não devolver os R$ 84 bilhões que você roubou do fundo de pensão dos trabalhador (sic), você vai ter pobrema (sic) — diz, enquanto olha para a câmera e ostentando uma pistola.

O vídeo está no canal do agressor, no YouTube. A página é ilustrada por uma foto dele e uma faixa com os dizeres “Capitão, você não está sozinho”. O atirador acabou removendo o vídeo do seu Twitter, mas toda a conversa foi gravada e anexada à denúncia contra Sabatini.

Vereador

Em seu Twitter, a presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, avisa que o bolsonarista será processado civil e criminalmente.

Gleisi Hoffmann também menciona o vereador de Fortaleza José Alberto Bastos Vieira Junior (Pros). Vieria Júnior foi condenado na quinta-feira a indenizar Lula por danos morais. Em vídeo publicado em 2019, o “Inspetor Alberto” aparece com uma arma de fogo e faz ameaça explícita ao dispara dez tiros contra uma foto de Lula.