Entre a maldade e o desvario

Arquivado em: Opinião, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2018 as 09:20, por: CdB

O (ilegítimo) presidente, diante de convidados de vários segmentos da sociedade, reunidos no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, afirma ter recebido em comunicado oficial do governo dos EUA a garantia de que o Brasil estaria a salvo das medidas protecionistas adotadas por Trump em relação às importações de aço

Por Luciano Siqueira – de Brasília:

Poucas horas após, em meio a incontornável embaraço, o próprio Itamaraty esclarece que não há nenhum comunicado do governo norte-americanos sobre assunto.

Michel Temer

Ou seja, Temer mentiu.

Como tem mentido frequentemente, ou dito meias-verdades (o que dá no mesmo); quando se depara com problemas sérios que deveria estar enfrentando responsavelmente.

E não está.

Responsável tem sido sim, com irrepreensível disciplina; em honrar compromissos assumidos perante o mercado financeiro e seus patrocinadores de Wall Street.

Mesmo quando perde, como no caso da reforma previdenciária, temporariamente abortada por insuficiência de votos na Câmara; a despeito do desbragado “toma lá, dá cá” promovido pelo Planalto.

Cada vez mais nitidamente na contra mão dos reais interesses da maioria dos brasileiros; sofre rejeição por parte de 89 %  da população e, em termos de intenção de voto, não passa de 1%.

Mas se coloca como pré-candidato à presidência no pleito de outubro.

Um misto de esperteza no xadrez político e de insanidade mesmo.

Pesquisa

Segundo o Estadão de hoje, pesquisa Ipsos dá conta de que os desejados (por Temer e seu grupo); efeitos positivos da intervenção militar na área de segurança no Rio de Janeiro têm sido frustrantes. A desaprovação do governo ultrapassa 90%.

Pudera. A presença do Exército nas ruas gera na população, de imediato; uma (falsa) sensação de segurança; logo seguida da percepção de que as verdadeiras causas da violência criminal não estão sendo atacadas em seu conjunto.

Intervenção

E a intervenção completa um mês sem um plano e sem a garantia dos recursos financeiros necessários. Pode vir a ser um fiasco, comprometendo a imagem do Exército, cujo papel constitucional está longe de tão malfadada operação caça bandido.

De toda sorte, ao se apresentar como pretendente à candidatura; Temer desnuda dimensão das dificuldades do campo governista em encontrar um nome; que aglutine o conjunto e se preste à defesa do “legado” do golpismo. Vulnerabilidade que uma frente ampla oposicionista poderia explorar.

Luciano Siqueira, é médico, vice-prefeito do Recife, membro do Comitê Central do PCdoB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *