Espanha volta a registrar aumento de mortes por  coronavírus

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 7 de abril de 2020 as 14:15, por: CdB

A Espanha, nas últimas 24 horas, registrou um aumento nas mortes pela covid-19, com 743 novos óbitos, e mais 5.478 infecções, totalizando 140.510, segundo informaram nesta terça-feira as autoridades sanitárias do país.

Por Redação, com EFE – de Madri

A Espanha, nas últimas 24 horas, registrou um aumento nas mortes pela covid-19, com 743 novos óbitos, e mais 5.478 infecções, totalizando 140.510, segundo informaram nesta terça-feira as autoridades sanitárias do país.

Espanha volta a registrar aumento de mortes por conta do novo coronavírus
Espanha volta a registrar aumento de mortes por conta do novo coronavírus

Os novos números quebram a tendência de queda da última semana em mortes, que já chegam a 13.798, além de novas infecções.

Os novos casos representam um aumento de 4,05% por dia, contra 3,2% de ontem, após sete dias consecutivos de aumentos cada vez mais reduzidos, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

O governo espanhol atribui esse “leve aumento” ao ajuste dos dados do último final de semana devido a um “certo atraso” na notificação dos números pelas autoridades regionais, afirmou a chefe da área do Comitê de Coordenação da Alertas e Emergências em Saúde, María José Sierra.

Ela lembrou que esses aumentos acontecem nas terças-feiras, já que os dados do fim de semana foram coletados ontem à tarde e insistiu que a “tendência de queda que temos observado nos últimos dias continua”.

Além disso, 7.069 pacientes estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com aumento também superior ao registrado ontem.

A desaceleração

Apesar disso, a médica observou que a desaceleração na última semana atingiu “uma certa queda” na pressão sobre os serviços de emergência e UTIs dos hospitais.

Outro fato positivo para as autoridades é que mais 2.771 pessoas se recuperaram da covid-19 nas últimas 24 horas, com 43.208 pacientes já curados e com alta, mais de 30% de todos os casos relatados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *