Esquema de candidaturas fraudulentas será investigado em Pernambuco

Arquivado em: Polícia, Política, Últimas Notícias
Publicado sábado, 9 de março de 2019 as 17:59, por: CdB

Além de Pernambuco, Minas Gerais também decidiu abrir investigação para apurar o caso que envolve o atual ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio.

 

Por Redação – do Recife

 

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) autorizou a Polícia Federal a investigar o esquema de laranjas na campanha do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. Segundo a Polícia Federal, o inquérito deve ser aberto nos próximos dias.

Ministro do Turismo, o deputado Marcelo Antonio (PSL) foi o mais votado em Minas Gerais
Ministro do Turismo, o deputado Marcelo Antonio (PSL) foi o mais votado em Minas Gerais

Além de Pernambuco, Minas Gerais também decidiu abrir investigação para apurar o caso que envolve o atual ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio.

Santinhos

Em Pernambuco, as investigações foram abertas após denúncia da secretária do PSL no Estado, Maria de Lourdes Paixão. Ela diz que recebeu R$ 400 mil de verba pública eleitoral para sua candidatura a deputado federal e não chegou a receber 250 votos.

O valor repassado à candidatura de Paixão, a terceira maior cota do fundo eleitoral do partido, maior até do que a recebida por Bolsonaro, foi depositado a poucos dias da votação para pagar a impressão de santinhos e adesivos em uma gráfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *