Estados Unidos lançam gás lacrimogêneo para conter imigrantes

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 26 de novembro de 2018 as 11:16, por: CdB

A tensão na fronteira tem crescido nos últimos dias, com milhares de imigrantes da América Central acampados em um ginásio esportivo em Tijuana.

Por Redação, com Reuters – de Washington

Autoridades norte-americanas fecharam a passagem de fronteira mais movimentada do país e lançaram gás lacrimogêneo contra o México, no domingo, para conter imigrantes da América Central que se aproximavam da divisa, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que pessoas em busca de asilo não entrariam facilmente no país.

Família de Honduras corre para fugir do gás lacrimogêneo na fronteira do México com os Estados Unidos em Tijuana

O tráfego na passagem de San Ysidro, que liga San Diego a Tijuana, foi suspenso nos dois sentidos por diversas horas, disseram autoridades norte-americanas, o que interrompeu o comércio na fronteira terrestre mais movimentada do hemisfério norte.

Posteriormente, a passagem de pedestres e o trânsito de veículos foram retomados.

A tensão na fronteira tem crescido nos últimos dias, com milhares de imigrantes da América Central acampados em um ginásio esportivo em Tijuana. No domingo, a polícia do México dispersou o mais recente de uma série de protestos diários, desencadeando um avanço em direção à fronteira dos Estados Unidos.

Agentes da agência de Alfândega e Proteção da Fronteira dos EUA contiveram os imigrantes com grandes nuvens de gás, à medida que helicópteros dos governos do México e dos Estados Unidos sobrevoavam a área.

O governo mexicano disse ter retomado o controle da passagem de fronteira depois que quase 500 imigrantes tentaram cruzar para os Estados Unidos “de uma maneira violenta”, e se comprometeu a deportar imediatamente cidadãos da América Central que tentarem entrar ilegalmente nos EUA.