Estaleiro de submarinos britânico é esvaziado

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 10 de abril de 2019 as 12:03, por: CdB

A unidade de Barrow-in-Furness fabrica a nova geração de quatro submarinos de mísseis balísticos da classe Dreadnought, que substituirão os navios da classe Vanguard que formam a base do arsenal nuclear Trident do Reino Unido.

Por Redação, com Reuters – de Londres

Um estaleiro no norte da Inglaterra que constrói a nova geração de submarinos nucleares do Reino Unido foi esvaziado, nesta quarta-feira, mas o órgão regulador de segurança atômica informou que não houve qualquer incidente nuclear.

Estaleiro de submarinos nucleares britânicos em Barrow-in-Furness

Ambulâncias e policiais estavam no estaleiro da BAE Systems em Barrow-in-Furness, noroeste da Inglaterra.

– Fomos informados de um incidente na unidade da BAE Systems em Barrow. O incidente não está relacionado à segurança nuclear – disse um porta-voz do escritório de Regulamentação Nuclear.

– Estamos estabelecendo contato com a segurança da unidade da BAE Systems e continuaremos monitorando a situação – acrescentou o porta-voz.

A BAE disse que o complexo de docas Devonshire foi fechado por precaução.

– Funcionários, terceirizados e moradores locais estão sendo mantidos informados –  afirmou uma porta-voz da BAE.

Uma fonte não identificada disse ao The Mail que funcionários tinham sido retirados após um alerta sobre uma bomba em um submarino de propulsão nuclear da classe Astute.

A unidade de Barrow-in-Furness fabrica a nova geração de quatro submarinos de mísseis balísticos da classe Dreadnought, que substituirão os navios da classe Vanguard que formam a base do arsenal nuclear Trident do Reino Unido.

A BAE Systems, a Rolls Royce e a Babcock são os principais parceiros industriais no projeto Dreadnought, com custo de 31 bilhões de libras.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *