Estelionatários são presos em agência bancária no Rio

Arquivado em: Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 30 de abril de 2019 as 12:57, por: CdB

Segundos os agentes, Amauri Índio Guanabara, Ana Cristina Oliveira de Moraes, Jéssica Fabíola Gonçalves de Lima e Raquel da Silva fazem parte de uma associação criminosa.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

Policiais da 57ª DP (Nilópolis) prenderam em flagrante, na segunda-feira, quatro estelionatários dentro de uma agência bancária no Centro de Nilópolis. Eles estavam tentando sacar aproximadamente R$ 27 mil na boca do caixa referente a um benefício em nome de outra pessoa.

Policiais da 57ª DP (Nilópolis) prenderam em flagrante, quatro estelionatários

Segundos os agentes, Amauri Índio Guanabara, Ana Cristina Oliveira de Moraes, Jéssica Fabíola Gonçalves de Lima e Raquel da Silva fazem parte de uma associação criminosa especializada em fraudes ao INSS. Outros dois integrantes da quadrilha estão sendo procurados.

Roubo

A Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) identificou, nesta terça-feira, Diogo Antonio dos Santos de Souza e Marcio Vinícius Duarte de Souza como integrantes de uma quadrilha que praticou um roubo a uma agência do Banco do Brasil. O crime ocorreu no último dia 25 em uma agência bancária localizada em Vila isabel, na Zona Norte do Rio.

Com base em investigação e ações de inteligência a unidade chegou a identificação da dupla que teve a prisão expedida pela Justiça a pedido da DRF. Outros integrantes do grupo estão sendo investigados. A especializada vem realizando diligências para identificar e prender os criminosos.

Homem acusado de extorquir ex-deputado

Policiais da 64ª DP (São João de Meriti) capturaram, na manhã dessa terça-feira, 30/04, Joshnson José Bandeira, acusado de extorquir e praticar coação no curso do processo contra o ex deputado Simão Sessim e seu filho Marcelo Sessim. Ele foi preso em casa, no município de Nilópolis, na Baixada Fluminense.

De acordo com as investigações, Joshnson, que foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo no início de fevereiro com uma arma de fogo de uso permitido e uma bolsa quase R$ 150 mil dentro de um ônibus em São João de Meriti, procurou o filho do ex-parlamentar informando que realizaria um pagamento à família de um suposto empréstimo. Marcelo foi ao encontro do acusado, na Barra da Tijuca, e rendido em seguida, sendo obrigado a transferir a quantia para uma conta bancária além do dinheiro em espécie.

Após o início das diligências, os valores foram bloqueados da conta bancária, fazendo com que Joshnson procurasse novamente a vítima exigindo a liberação do dinheiro e fazendo ameaças de morte. O inquérito do roubo e extorsão foi encaminhado à justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *