Estudantes são raptados de escola na Nigéria

Arquivado em: África, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021 as 12:08, por: CdB

Homens armados raptaram dezenas de estudantes, professores e funcionários em uma ação violenta na noite desta terça-feira no Government Science College (GSC) na comunidade de Kagara Town, localizada na cidade de Minna, na Nigéria, confirmou o governo.

Por Redação, com ANSA – de Minna

Homens armados raptaram dezenas de estudantes, professores e funcionários em uma ação violenta na noite desta terça-feira no Government Science College (GSC) na comunidade de Kagara Town, localizada na cidade de Minna, na Nigéria, confirmou o governo.

Em dezembro, um outro rapto acabou com a libertação dos 344 estudantes

Segundo publicações na conta oficial da Presidência da Nigéria, “o número de funcionários e estudantes” ainda é incerto, mas que as “Forças Armadas e a Polícia iniciaram imediatamente o retorno seguro dos raptados”.

Operação de resgate

“O presidente ainda enviou para Minna, no Estado do Niger, um time de chefes de segurança para coordenar a operação de resgate e encontrar com oficiais estaduais, líderes comunitários, bem como parentes e funcionários do colégio”, diz ainda a conta.

Em entrevista à agência AFP, o porta-voz do governo estadual, Muhammad Sani Idriss, informou que foram 42 raptados, sendo 27 estudantes e três professores e que um dos alunos foi morto na ação. No entanto, a mídia local fala em “centenas” de raptados.

O crime ocorre pouco depois de outro maxisequestro, de 344 estudantes, em Katsina em dezembro do ano passado. Eles foram libertados após negociações com o governo, mas apesar de não haver confirmação oficial, os alunos foram sequestrados a mando do grupo terrorista Boko Haram.

Os extremistas, que são contrários à “educação ocidental” e à alfabetização de mulheres, usam os raptos como forma de ganhar dinheiro para financiar os seus ataques.