Etapa belga da F1 esbanja adrenalina em treino tumultuado, sob chuva

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Fórmula 1, Últimas Notícias
Publicado sábado, 28 de agosto de 2021 as 15:59, por: CdB

No treino da 12ª rodada do Campeonato Mundial de Fórmula 1, o atual campeão Lewis Hamilton terminou em terceiro, seguido de Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel. O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, ficou na 11ª posição.

Por Redação, com agências internacionais – de Spa-Francorchamps, Bélgica

Chuva, adrenalina e muita correria nos boxes marcaram a etapa belga da Fórmula 1, neste sábado, em Spa-Francorchmps. Um grande susto em razão do acidente sofrido por Lando Norris, pontuou o treino classificatório, liderado por Max Verstappen, da Red Bull. Com uma performance espetacular, George Russell, da Williams, ficou muito perto de conquistar a pole-position, mas foi superado na volta final pelo holandês, que largará na primeira posição no Grande Prêmio (GP) da Bélgica, na manhã deste domingo.

Spa-Francorchamps,f1
O carro de Lando Noris ficou destruído no treino classificatório deste sábado

No treino da 12ª rodada do Campeonato Mundial de Fórmula 1, o atual campeão Lewis Hamilton terminou em terceiro, seguido de Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel. O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, ficou na 11ª posição, enquanto que seu parceiro na escuderia italiana, Carlos Sainz, amargou o 13º lugar.

— Uma classificação muito difícil. Não foi fácil se manter focado e é muito importante ter feito a pole position. Apesar de ser uma bela pista para correr, na chuva fica bem difícil. Estou muito feliz por largar na frente — desabafou Verstappen.

Sem lesões

Russell também não escondeu a felicidade, com a inédita primeira fila em sua Williams.

— Não sei o que dizer, achei que tinha feito um bom trabalho só por ir para o Q3. Largar na primeira fila eu nem esperava. Agora é tentar marcar pontos amanhã, vou para cima pois não tenho nada a perder — comemorou.

Norris, que acertou com força o muro de pneus nos primeiros minutos do Q3, interrompendo a sessão com bandeira vermelha, conseguiu sair sem lesões e ainda ficou em 10º lugar.

Grid de largada do GP da Bélgica:

1º) Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min59s765

2º) George Russell (GBR/Williams) – 2min00s086

3º) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) – 2min00s099

4º) Daniel Ricciardo (AUS/McLaren) – 2min00s864

5º) Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin) – 2min00s935

6º) Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) – 2min01s165

7º) Sergio Perez (MEX/Red Bull) – 2min02s112

8º) Esteban Ocon (FRA/Alpine) – 2min02s513

9º) Lando Norris (GBR/McLaren) – sem tempo

10º) Charles Leclerc (MON/Ferrari) – 1min57s721

11º) Nicholas Latifi (CAN/Williams) – 1min58s056

12º) Carlos Sainz (ESP/Ferrari) – 1min58s137

13°) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 2min02s502*

14º) Fernando Alonso (ESP/Alpine) – 1min58s205

15º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – 2min02s306

16º) Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri) – 2min02s413

17º) Mick Schumacher (ALE/Haas) – 2min03s793

18º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – 2min04s452

19º) Nikita Mazepin (RUS/Haas) – 2min04s939

20°) Lance Stroll (CAN/Aston Martin) – 1min58s231*

*Perdeu cinco posições no grid em decorrência de punições referente a incidentes no GP da Hungria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code