Ex-jogador egípcio morre de infarto após derrota da seleção do país

Arquivado em: Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 26 de junho de 2018 as 16:20, por: CdB

Mohammed, que estava analisando a partida para o canal de televisão “Al Nil”, começou a se sentir mal após o segundo gol dos sauditas, nos acréscimos

Por Redação, com EFE – do Cairo:

O ex-jogador de futebol egípcio Abdel Rehim Mohamed morreu na noite anterior de um infarto depois da derrota da seleção do país para a a Arábia Saudita por 2 a 1, pelo grupo A da Copa do Mundo.

O ex-jogador de futebol egípcio Abdel Rehim Mohamed

Mohammed, que estava analisando a partida para o canal de televisão “Al Nil”, começou a se sentir mal após o segundo gol dos sauditas, nos acréscimos, de acordo com informações do ex-goleiro Ahmed Fauzi, que também fazia parte da mesa redonda.

O ex-jogador, que também foi treinador do Zamalek, foi levado a um hospital próximo à emissora, no centro do Cairo, onde morreu de um infarto.

– Ele nos pediu para desligarmos o ar condicionado e tentou ir ao banheiro, mas não conseguiu. Caiu e não voltou mais a nos responder – disse o ex-goleiro, em entrevista à emissora “DMC”.

Chicharito

O atacante da seleção mexicana Javier ‘Chicharito’ Hernández disse nesta terça-feira, véspera do jogo contra a Suécia, que “não adianta nada ser o artilheiro do México em Mundiais se depois não nos classificarmos”.

Chicharito igualou, ao marcar contra a Coreia do Sul, o recorde de Luis ‘El Matador’ Hernández, que fez todos os seus quatro gols em Copas do Mundo em 1998, na França.

– O importante não sou eu. O importante é a equipe, a seleção e o meu país – afirmou Chicharito O atacante, de 30 anos, chegou à Rússia para disputar sua terceira Copa do Mundo com dois gols marcados no Mundial de 2010 e um gol no de 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *