Ex-professor é considerado culpado por acusações de pedofilia na Austrália

Arquivado em: Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 6 de outubro de 2018 as 12:03, por: CdB

Edward Smith Hall, de 68 anos, se declarou inocente das 31 acusações que foram apresentadas contra ele por 11 ex-alunos do instituto St Pius X de Newcastle, onde ele lecionava matemática, história e geografia.

Por Redação, com EFE – de Sydney

Um tribunal da Austrália declarou um ex-professor de uma escola católica de Newcastle, no leste do país, culpado de 21 acusações de abusos sexuais a menores de idade cometidos entre 1973 e 1986, informaram neste sábado veículos de imprensa locais.

Ex-professor é considerado culpado por 21 acusações de pedofilia na Austrália

Edward Smith Hall, de 68 anos, se declarou inocente das 31 acusações que foram apresentadas contra ele por 11 ex-alunos do instituto St Pius X de Newcastle, onde ele lecionava matemática, história e geografia.

Na decisão emitida ontem, o juiz somente não aceitou a culpabilidade do acusado em dez denúncias apresentadas por três supostas vítimas por falta de provas, segundo a emissora de televisão “ABC”.

Hall, um ex-militar que começou a carreira como professor em uma escola em Sydney, foi levado ontem à noite para a prisão e deverá ter sua pena anunciada pelo juiz em uma audiência prevista para o dia 13 de dezembro.

Uma comissão oficial que avaliou a resposta das instituições australianas para os casos de pedofilia revelou que a Igreja Católica, que tem forte presença no país, recebeu queixas de 4.500 pessoas por supostos abusos cometidos por aproximadamente 1.880 religiosos e sacerdotes entre 1980 e 2015.

No próximo dia 22, o governo australiano fará um pedido de desculpas em âmbito nacional às vítimas de pedofilia nas instituições públicas e religiosas do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *