Exército determina investigação de carro atingido por tiros no Rio de Janeiro

Arquivado em: Manchete, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 8 de abril de 2019 as 10:53, por: CdB

O outro homem que estava no carro e também foi ferido seria o sogro de Evaldo. No carro estavam ainda a mulher de Evaldo e uma criança, que não ficaram feridos.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O Comando Militar do Leste (CML) determinou a apuração do caso em que uma guarnição do Exército disparou contra um carro de passeio, matando uma pessoa e ferindo duas, no domingo em Guadalupe, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. De acordo com o CML, a Delegacia de Polícia Judiciária Militar está investigando o caso, com a supervisão do Ministério Público Militar.

Exército determina investigação de carro atingido por tiros

Os militares envolvidos na ocorrência e todas as testemunhas civis foram ou serão ouvidas, segundo nota divulgada pelo CML.

Na nota, divulgada no domingo à tarde, o Comando Militar do Leste informou ainda que os militares atiraram no carro porque foram atacados por criminosos, por volta das 14h40. Acrescentou que os militares mataram um assaltante e feriram outro. Um pedestre também ficou ferido.

De acordo com a Polícia Civil, no carro atingido pelo Exército não havia nenhum criminoso e ninguém estava armado. Todos eram da mesma família. O homem que morreu foi identificado como Evaldo dos Santos Rosa, um músico de 51 anos.

O outro homem que estava no carro e também foi ferido seria o sogro de Evaldo. No carro estavam ainda a mulher de Evaldo e uma criança, que não ficaram feridos.

Bando armado assalta joalheria

Um grupo de homens fortemente armados assaltou, no sábado, a joalheria Sara, especializada em relógios de alto luxo. O comércio fica na Rua Garcia d’Ávila, em Ipanema, bairro nobre da Zona Sul do Rio. Os assaltantes, que chegaram em três motos e um carro; renderam o segurança e o manobrista da joalheria. A ação foi rápida e durou menos de cinco minutos.

O segurança foi feito refém, e os ladrões entraram na loja onde roubaram somente relógios de luxo que estavam no mostruário. A joalheria vende relógios de alto padrão, muitos deles, avaliados em mais de R$ 20 mil cada peça.

Ação rápida

Em nota, a assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que policiais militares do 23º batalhão da Polícia Militar (Leblon) colheram depoimentos dos funcionários e estão fazendo buscas na região para a captura dos criminosos.

Um funcionário que não quis se identificar informou que ação foi rápida, e os ladrões já sabiam a dinâmica de funcionamento do comércio.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code