Exército investiga desaparecimento de munição no Ceará

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 11 de janeiro de 2018 as 14:16, por: CdB

O Comando da 10ª Região Militar não informou o tipo nem a quantidade de munição que desapareceu, como não disse se houve prisões

Por Redação, com ABr – de Fortaleza:

O Exército abriu Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar o desaparecimento de munição da 2ª Companhia de Suprimento, localizada no município de Maranguape, na região metropolitana de Fortaleza.

Exército investiga sumiço de munição no Ceará

Em nota, o Comando da 10ª Região Militar, informa que o sumiço foi constatado em vistoria realizada no dia 29 de dezembro de 2017 em um dos paióis da companhia.

– Foram constatadas divergências quantitativas entre a existência física e o Sistema de Controle Físico (Siscofis); instrumento de controle sistemático vigente em todo o território nacional que permite a gestão contínua; de todo o material controlado do Exército Brasileiro – diz a nota.

O Inquérito Policial Militar foi instaurado no 10º Depósito de Suprimento,; ao qual a 2ª Companhia de Suprimento é subordinada; e as investigações contam também com a colaboração da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS).

O Comando da 10ª Região Militar não informou o tipo nem a quantidade de munição; que desapareceu, como não disse se houve prisões. A assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança declarou que não se pronuncia sobre o caso.

Serviço Militar

Jovens brasileiros do sexo masculino que nasceram no ano 2000 têm até 30 de junho de 2018 para fazer o Alistamento Militar Obrigatório. O Ministério da Defesa espera que 1,8 milhão de cidadãos façam o alistamento este ano e que cerca de 100 mil sejam incorporados a organizações militares da Marinha, do Exército ou da Aeronáutica para o serviço militar.

A partir deste ano, quem tiver inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF) poderá fazer o alistamento; para o Serviço Militar Obrigatório pela internet, por meio da páginawww.alistamento.eb.mil.br. Após cumprir essa etapa, os inscritos poderão acompanhar o processo seletivo por meio do site; podendo ser encaminhados à seleção geral ou serem dispensados.

Os rapazes que completam 18 anos em 2018 e que ainda não têm CPF; ou que têm dificuldade de acesso à internet, devem procurar a Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de sua residência. É preciso apresentar os originais de um documento de identificação (certidão de nascimento; ou carteira de identidade ou de motorista ou de trabalho), duas fotos 3×4 recentes e comprovante de residência. Os que moram no exterior devem procurar consulados ou embaixadas do Brasil para fazer a inscrição.

O Alistamento Militar é obrigatório. Quem não fizer terá que pagar multa; além de ficar impedido de tirar passaporte, ingressar no serviço público; obter carteira profissional, ser matriculado em qualquer estabelecimento de ensino ou receber qualquer prêmio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *