Fábrica química na Tailândia sofre novo incêndio 

Arquivado em: Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 6 de julho de 2021 as 10:38, por: CdB

Um segundo incêndio em pouco mais de 24 horas foi extinto em Bangcoc nesta terça-feira, Tailândia, depois que no início da segunda-feira outro incêndio matou uma pessou e feriu dezenas.

Por Redação, com Sputnik – de Bangcoc

Um segundo incêndio em pouco mais de 24 horas foi extinto em Bangcoc nesta terça-feira, Tailândia, depois que no início da segunda-feira outro incêndio matou uma pessou e feriu dezenas.

Fábrica química na Tailândia sofre novo incêndio após recente explosão

Nesta terça-feira, ao menos 30 pessoas ficaram feridas e uma morreu no incêndio resultante de uma explosão na fábrica química Ming Dih, perto do Aeroporto Internacional de Suvarnabhumi, Bangcoc, informa à agência chinesa de notícias Xinhua.

A vítima mortal foi um bombeiro de 19 anos.

Embora o fogo tenha sido extinto durante as primeiras horas, os bombeiros continuaram jogando água e espuma química nas bases das chamas para esfriar a temperatura no local a fim de evitar que o monômero de estireno altamente inflamável se reacendesse, segundo o Departamento de Prevenção e Mitigação de Desastres.

Fundações de salvamento

As causas do incidente estão sendo investigadas.

As autoridades ordenaram um raio de evacuação de 10 km na segunda-feira e disseram aos residentes locais para evitarem a exposição a quaisquer vapores da fábrica, alertando que a inalação pode causar problemas respiratórios, dor de cabeça ou coma, se houver alta exposição.

Preocupações com o efeito ambiental do incidente na água e atmosfera continuam, adverte Atthaphon Charoenchansa, diretor-geral do Departamento de Controle de Poluição. Segundo ele, o departamento monitorará durante três dias a qualidade do ar e da água na área do acidente, devido à possibilidade de a chuva escoar os químicos para reservatórios de água, e considerou a redução das áreas de evacuação para permitir que alguns residentes possam voltar para casa.

Um incidente semelhante no início de segunda-feira matou uma pessoa e feriu dezenas de outras, além de ter emitido fumaça tóxica que poderia causar riscos à saúde, disseram as autoridades.

A fábrica, criada por empresários de Taiwan em 1989, emitiu uma declaração nesta terça-feira, comprometendo-se a oferecer uma compensação aos afetados pelo acidente depois de o resultado da investigação ser divulgado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code