Facebook irá introduzir novos controles de privacidade

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2018 as 12:08, por: CdB

Antes da entrada em vigor de uma lei de proteção de dados da União Europeia em maio, a rede social adicionará um novo menu “Atalhos de privacidade”

Por Redação, com Reuters – de Nova York/São Paulo:

O Facebook, envolvido em um enorme escândalo de dados que reduziu em mais de US$ 100 bilhões seu valor de mercado, anunciou na quarta-feira uma série de mudanças que está promovendo para dar aos usuários mais controle sobre a privacidade de seus dados.

Facebook vai introduzir novos controles de privacidade após o escândalo de dados

Antes da entrada em vigor de uma lei de proteção de dados da União Europeia em maio; a rede social adicionará um novo menu “Atalhos de privacidade”; que permitirá; que os usuários revisem e excluam o que foi compartilhado; além de recursos que permitem baixar os dados e movê-los para outro serviço.

– A semana passada mostrou o quanto ainda precisamos fazer para aplicar nossas políticas; e ajudar as pessoas a entender como o Facebook funciona e as escolhas que elas têm sobre seus dados – afirmaram a vice-presidente e diretora de Privacidade, Erin Egan; e Ashlie Beringer, vice-presidente e vice-conselheira geral do Facebook, em um post no blog.

Mark

– Então, além dos anúncios de Mark na semana passada – reprimir o abuso da plataforma do Facebook; fortalecer nossas políticas e tornar mais fácil para as pessoas revogarem a capacidade dos aplicativos de usar seus dados; estamos dando mais passos nas próximas semanas para dar às pessoas mais controle sobre sua privacidade.

Soluções industriais digitais

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade); aprovou sem restrições a operação entre General Electric e Sibintek, controlada pela petroleira russa Rosneft, para parceria em desenvolvimento de soluções industriais digitais; segundo despacho publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial da União.

O negócio consiste na formação de uma joint venture entre BHGE, controlada pela GE; e a Sibintek para o desenvolvimento, implementação, marketing; licenciamento ou operacionalização de soluções industriais digitais (aplicativos industriais de Internet das coisas) baseadas na Plataforma Predix da GE.

Rússia

Em sua decisão, o Cade destacou que a operação tem a Rússia como local primário de atuação da parceria; afirmando ainda que a presença da GE como desenvolvedora de tecnologias relacionadas a Internet das coisas não é de elevada expressão frente a outros concorrentes de peso.

No caso do Brasil, a autarquia vê baixos riscos de impacto, apontando que poderia ser afetado no futuro apenas por meio da Rosneft Brasil; subsidiária brasileira da empresa russa, concluindo assim que a operação não traz prejuízos ao ambiente concorrencial.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *