Facebook pedirá permissão a usuários  sobre uso de dados no Brasil

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 20 de julho de 2020 as 10:55, por: CdB

O Facebook começará a pedir a partir desta segunda-feira permissão para usar alguns tipos de dados de seus usuários no Brasil, afirmou a companhia, citando movimento para atender exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no país.

Por Redação, com Reuters – de São Paulo/Washington

O Facebook começará a pedir a partir desta segunda-feira permissão para usar alguns tipos de dados de seus usuários no Brasil, afirmou a companhia, citando movimento para atender exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no país.

Facebook pedirá permissão a usuários no Brasil sobre uso de informações
Facebook pedirá permissão a usuários no Brasil sobre uso de informações

– Nós também estamos adicionando um novo aviso de privacidade para o Brasil às nossas políticas de dados no Facebook e Instagram, que incluem mais contexto sobre a LGPD e como as pessoas podem exercer seus direitos sob a lei – disse a chefe de política de privacidade do Facebook na América Latina, Paula Varga, em comunicado.

O Facebook disse que não está exigindo nenhuma nova ação de empresas que anunciam com a empresa quando o LGPD entrar em vigor, acrescentando que no começo do mês a empresa lançou novos termos globais de processamento de dados.

– Também atualizamos nossos termos de ferramentas de negócios e nossos termos de público personalizado para facilitar a compreensão de todos – adicionou.

Twitter desativa tuíte de Trump

O Twitter Inc desativou um vídeo relacionado à campanha do presidente Donald Trump, retuitado por ele no sábado, alegando uma queixa de direitos autorais.

O vídeo, que incluía músicas do grupo Linkin Park, desapareceu do Twitter do presidente no final do sábadocom o texto: “Esta mensagem foi desativada em resposta aum relato do proprietário dos direitos autorais”.

O Twitter retirou o vídeo, que Trump retuitou do diretor de Mídias Sociais da Casa Branca, Dan Scavino, após receber aviso da Machine Shop Entertainment, publicado no Lumen Database, que coleta solicitações de eliminação de materiais online.

Machine Shop é uma empresa de propriedade da banda de rockLinkin Park, de acordo com sua página no LinkedIn.

A Casa Branca não respondeu imediatamente a um pedido.de comentários.

O Twitter começou a desafiar os tuítes de Trump em maio e tem colidido repetidamente com ele desde então.