[contact-form 1 “Contact form 1”]

1 thought on “Fale Conosco

  1. Caro, editor.
    Escrevo sobre política e assuntos diversos. Gostaria de puplicar meus textos neste prestigioso jornal. Eis três deles:

    NÓS PAGAMOS MUITO IMPOSTO

    Nós pagamos muito imposto
    Tanto quanto na Dinamarca
    Mas lá, compensa, dá gosto
    Aqui a gente se lasca
    Na fonte e no consumo
    E ainda levamos fumo
    No IPVA, INSS
    IOF, IPTU, ITBI
    E olha que vem aí
    De Volta a CPMF

    Tudo isso a troco nada
    boa só com pedágio
    A segurança é privada
    A saúde é muito frágil
    Par esperar regulação
    Boas escolas sempre vão
    Vir com desembolso extra
    Pode-se ter um termômetro
    Na vertigem do Impostômetro
    Do quão nos fazem de bestas

    Nesse país de bobocas
    Contribuinte não tem vez
    Duas mil e seiscentas horas
    A partir do sexto mês
    De uns cento e cinquenta dias
    Que se recebe a alforria 
    Antes é a escravidão
    Para bancar incompetência
    Mordomias das excelências
    E a notória corrupção

    TER UMA VIDA SAUDÁVEL

    Ter uma vida saudável
    Cuidar-se, sentir-se forte
    Como um herói da Marvel
    Não influi em nada na sorte
    De ter uma vida longa
    Não cabe ficar na bronca
    Se em meio a tantos cortes
    No álcool e na fritura
    Glúten, sal, zero gordura
    Um mal súbito causa mortis

    Tampouco não se previu
    Atualizar a estatística
    Da violência no Brasil
    Com uma autopsia balística
    Talvez não fosse o caso
    Mas enfim, aquele atraso
    Somado à precariedade
    Do atendimento médico
    Merecem todo o crédito
    Por concluir a sua idade

    Mormente os dissabores
    Solenemente ignorados
    Por senhoras e senhores
    Até o fato consumado
    Não por uma questão de fé
    Mas porque assim o é
    Ganha quem se disciplina
    E a silhueta afina
    – E aí, doutor, tudo em cima?
    – Sangue, fezes e urina…

    ESTAMOS EM 2008

    Estamos em 2008
    O então presidente Lula
    Convoca a imprensa afoito
    E como quem ejacula
    Sorri que talvez gagueje
    Pra dizer Investment Grade
    Campara-o ao bom pagador
    Homem sem vícios, honrado
    Enfim deixamos de lado
    O país do seu antecessor

    A metáfora prossegue
    “O outro recebe o dinheiro
    Torra no jogo ou bebe
    Vive em caos financeiro”
    E aí bate pra valer:
    “Era o Brasil do FHC!”
    Mas isso é passado
    “Benefício extraordinário
    No mundo globalizado”
    Resume o novo cenário

    Corta para 2015
    O ex-presidente Lula
    Prefere fazer a esfinge
    A S&P é reles e chula
    “Não significa nada!”
    A nação ser rebaixada
    São critérios sem valor
    Enfim, a agência não presta
    Aquela que ele fazia festa
    A mesma Standard & Poor’s

    Como se vê, são textos em forma de cordel sempre com três estrofes. Trata-se de uma crônica em forma de poesia. Em minha página do Facebook, André Leone Cruz, há outros mais.
    Desde já, agradeço pela apreciação do meu pedido.

    sds

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *