Família continuará como prioridade depois de aposentadoria, diz Roger Federer

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 7 de março de 2019 as 13:37, por: CdB

O tenista suíço conquistou o 100º título de sua carreira em Dubai no final de semana, mas disse aos repórteres que, embora ainda não esteja pronto para pendurar a raquete, consegue se ver desfrutando da vida pós-tênis.

Por Redação, com Reuters – de Indian Wells, EUA

Roger Federer afirmou que está ansioso para ter mais liberdade e mais tempo para a família quando eventualmente se aposentar das quadras de tênis.

Roger Federer concede entrevista coletiva em Indian Wells

O tenista suíço conquistou o 100º título de sua carreira em Dubai no final de semana, mas disse aos repórteres que, embora ainda não esteja pronto para pendurar a raquete, consegue se ver desfrutando da vida pós-tênis.

– Quero mantê-la tão flexível quanto possível quando chegar ao fim – disse o tenista de 37 anos em uma coletiva de imprensa do Masters 1000 de Indian Wells, na quarta-feira.

– Minha prioridade sempre será, como é agora, minha família, meus filhos e minha esposa. Só quero ter flexibilidade suficiente em nossas vidas para decidir quanto é demais, quanto não basta e quanto é bom para todos.

Ele contou que sua esposa, Mirka, manteve contato com alguns amigos íntimos, apesar de seu cronograma intenso de viagens, e que planeja ficar mais próximo desse grupo depois que parar de jogar.

– Deste ponto de vista, realmente estou ansioso pelo momento em que isso acontecer – disse.

Outra prioridade pós-carreira será sua fundação, que apoia programas educativos infantis em todo o mundo.

– A fundação só continuará a crescer em termos do tempo que dedicarei a ela, mas por outro lado quanto tempo (será) ainda veremos.

– Mas não sei parar quieto. Sempre quero viajar e sempre quero fazer coisas, mas existe uma maneira de fazê-las e priorizar.

Federer, pentacampeão em Indian Wells, enfrentará Peter Gojowczyk ou Andreas Seppi em sua estreia no torneio deste ano na sexta-feira.

Tiger Woods

O octacampeão Tiger Woods retirou-se do torneio Arnold Palmer, nesta semana, em Bay Hill, por causa de dores no pescoço, disse o ex-número 1 do mundo, na segunda-feira.

Woods, que voltou às competições na temporada passada depois de um longo período se recuperando de uma cirurgia na fusão da coluna, afirmou que tem lidado com tensões no pescoço há semanas e espera jogar o Players Championship na próxima semana.

– Estou recebendo tratamento, mas ainda não melhorou o suficiente para jogar – disse Woods, em uma publicação no Twitter. “As minhas costas estão boas, não tenho problemas de longo prazo, e espero estar pronto para jogar o The Players”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *