O ‘fantasma da cadeia’ apavora Bolsonaro

Arquivado em: Opinião, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 24 de agosto de 2021 as 10:01, por: CdB

 

Na avaliação do colunista, “o vereador Carlos Bolsonaro é o mais assustado” com o cerco. “Quando o TSE fechou a torneira dos sites de fake news, o Zero Dois acusou o golpe e reclamou de ‘censura’. Na semana anterior, ele havia protestado contra a prisão de Roberto Jefferson, que classificou como ‘injusta’.

Por Altamiro Borges – de São Paulo

Jair Bolsonaro não teme apenas sofrer impeachment, traído até pelos aliados de ocasião do Centrão e pelos ressentidos generais, ou ser derrotado nas eleições de 2022. O “capetão” e os seus filhotes 01 (Flávio Rachadinha), 02 (Carluxo Pitbull) e 03 (Dudu Bananinha) temem ser presos. Como aponta o colunista Bernardo Mello Franco em artigo publicado no diário conservador carioca O Globo no domingo, o que bota medo no clã presidencial é “o fantasma da cadeia”, destaca o título.

Jair Bolsonaro não teme apenas sofrer impeachment

O jornalista lembra que na última quinta-feira, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) expôs “o fantasma que apavora a família presidencial”. Após falar sobre o cerco político ao paizão, “em tom de desabafo, questionou: ‘Qual seria o próximo passo? Prender o presidente? Prender um dos filhos?’. Depois do sincericídio, o Zero Três ainda tentou se corrigir. ‘A gente não tem medo de prisão’, disse. Mas suas três perguntas já haviam escancarado o pânico do clã”.

“Carlos Bolsonaro é o mais assustado”

Na avaliação do colunista, “o vereador Carlos Bolsonaro é o mais assustado” com o cerco. “Quando o TSE fechou a torneira dos sites de fake news, o Zero Dois acusou o golpe e reclamou de ‘censura’. Na semana anterior, ele havia protestado contra a prisão de Roberto Jefferson, que classificou como ‘injusta’. ‘Qualquer inocente sabe que sua prisão é preocupante não somente a um, mas a todos os brasileiros’, tuitou o vereador. Sua preocupação parece menos ligada ao ex-deputado do que ao próprio destino”.

Mas o Carluxo não é o único “cagão”. Ainda de acordo com Bernardo Mello Franco, “o patriarca do clã também ganhou novos motivos para temer a cadeia. No início do mês, ele foi incluído na lista de investigados no inquérito das fake news. Na decisão, Alexandre de Moraes anotou que o presidente pode ter cometido onze crimes em seus seguidos ataques ao sistema eleitoral”.

O jornalista do diário conservador carioca O Globo conclui: “A disputa de 2022 definirá mais que o futuro inquilino do Planalto. Para a família Bolsonaro, será uma questão de vida ou morte. Se perder o cargo, o capitão também perderá a blindagem judicial”. O fascista e seus filhotes poderão ir para a cadeia! Isto explica porque o “capetão” está cada dia mais descontrolado e agressivo. Ele não vai dar trégua nem tentará o diálogo. Ele vai apostar tudo no caos e na desestabilização da democracia para evitar o xilindró!

 

Altamiro Borges, é jornalista.

As opiniões aqui expostas não representam necessariamente a opinião do Correio do Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code