FBI drena lago em busca de antraz nos EUA

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 9 de junho de 2003 as 14:55, por: CdB

O FBI disse nesta segunda-feira que está drenando um lago numa floresta de Maryland, como parte das investigações sobre atentados com antraz ocorridos em 2001.

Alguns terrenos públicos nos arredores da cidade de Frederick, a 80 quilômetros de Washington, estão sendo examinados para que as autoridades tentem descobrir quem enviou as cartas com o germe letal, que matou cinco pessoas entre setembro e outubro de 2001.

“Para facilitar as atividades de busca, um lago será drenado. Esse lago está localizado em uma floresta municipal de propriedade do município de Frederick. Com base nos testes ambientais já concluídos, não há indicação de qualquer ameaça à saúde pública ou à segurança associada com nossas atividades de busca”, disse o FBI numa breve nota oficial.

As cartas com os esporos do antraz foram enviados para a imprensa em Washington, em Nova York e na Flórida. Correspondência do mesmo tipo também foi remetida aos gabinetes de dois senadores democratas.

Ao menos por enquanto, as autoridades não estão relacionando a drenagem do lago às suspeitas que pesam sobre Steven Hatfill, um ex-cientista do Exército norte-americano, cuja casa em que ele vivia, em Frederick, foi revistada duas vezes no ano passado. Hatfill nega envolvimento no caso e critica a ação do governo contra ele.

O cientista, especializado em guerra bacteriológica, trabalhou para o Instituto Médico de Doenças Infecciosas do Exército no quartel de Fort Detrick, no município de Frederick, que é considerado o principal centro de pesquisas sobre armas biológicas nos Estados Unidos.

Hatfill, que afirma nunca ter trabalhado com o antraz, disse que as suspeitas contra ele arruinaram sua reputação e prejudicaram sua carreira.