Federação anuncia cancelamento do Campeonato Potiguar

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 26 de março de 2021 as 14:02, por: CdB

O torneio estava suspenso desde o dia 20 de março, e a previsão era que voltasse no dia 2 de abril, seguindo o estabelecido pelo Decreto Estadual nº 30.419, publicado em 17 de março, que restringe diversas atividades em todo território potiguar para tentar conter o avanço da pandemia do novo coronavírus.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

A Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF) anunciou na quinta-feira o cancelamento da edição 2021 do Campeonato Potiguar. A decisão foi tomada em conjunto com os oito clubes participantes da competição.

Decisão vem após suspensão por causa de pandemia de covid-19

O torneio estava suspenso desde o dia 20 de março, e a previsão era que voltasse no dia 2 de abril, seguindo o estabelecido pelo Decreto Estadual nº 30.419, publicado em 17 de março, que restringe diversas atividades em todo território potiguar para tentar conter o avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Segundo a FNF e os clubes, a decisão foi tomada após insucesso em inúmeras tentativas de sensibilizar autoridades públicas sobre a necessidade de manter o Campeonato Potiguar.

ABC e América de Natal

A definição ocorreu um dia após ABC e América de Natal terem sido liberados a retornar aos treinos. A justificativa é que os dois times participam de competições organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Enquanto isso, Assu, Força e Luz, Globo FC, Palmeira, Potiguar e Santa Cruz de Natal seguem proibidos de realizar treinamentos até o dia 2 de abril.

Segundo o comunicado divulgado pela FNF, as equipes foram surpreendidas com a recente deliberação do Governo do Estado de abrir uma exceção para as equipes que disputam competições nacionais seguirem treinando: “Tal decisão demonstra que o motivo maior da suspensão da competição não é a propagação da covid-19, e muito menos as vidas que se perderam no Rio Grande do Norte”.