Feriado de finados aumenta em 40% movimentação nos aeroportos

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado sábado, 31 de outubro de 2020 as 10:44, por: CdB

Mais de 1 milhão de pessoas em todo o país devem movimentar os principais aeroportos brasileiros neste fim de semana prolongado pelo feriado de finados, na próxima segunda-feira. 

Por Redação, com ABr – de Brasília

Mais de 1 milhão de pessoas em todo o país devem movimentar os principais aeroportos brasileiros neste fim de semana prolongado pelo feriado de finados, na próxima segunda-feira. 

Passageiros devem usar máscaras dentro de aviões
Passageiros devem usar máscaras dentro de aviões

Segundo o Ministério do Turismo, o número é 40% maior do que o registrado no último feriado de 12 de outubro. O levantamento foi feito a partir de informações dos principais terminais. Os aeroportos de Viracopos (134 mil), Brasília (127 mil) e o de Congonhas (96,6 mil) devem ser os mais movimentados no período.

– Pesquisas anteriores já mostravam o interesse do brasileiro em aproveitar essas datas para viajar pelo país, e esses dados só comprovam que, com responsabilidade e respeitando os protocolos sanitários, é possível gerar entretenimento, emprego e renda para toda a nossa população – disse o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Alguns aeroportos estão esperando um aumento considerável de viajantes para o período. O de Florianópolis (SC), por exemplo, estima um movimento 11% superior ao feriado de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro. O terminal do Galeão, no Rio de Janeiro, está aguardando uma alta de 14%. Já os aeroportos administrados pela rede Infraero registram aumento de 50%, comparado com o último feriado prolongado em outubro.

Protocolos

Em maio, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Agência de Aviação Civil (Anac) implementaram medidas relacionadas às empresas aéreas e aos aeroportos.

Além do permanente uso de máscaras por passageiros e funcionários, do distanciamento de dois metros entre pessoas e da higienização de terminais e aeronaves, são indicadas a utilização de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) por trabalhadores, conforme a situação; o incentivo a campanhas de comunicação e a divulgação de avisos sonoros, entre outras ações.