Fifa encerra envolvimento em disputa de Neymar e Barça sobre bônus

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018 as 14:16, por: CdB

No mês passado um porta-voz de Neymar informou que o brasileiro está processando o Barça por não ter feito o pagamento

Por Redação, com Reuters – de Barcelona:

A Fifa encerrou seu envolvimento em uma disputa do atacante brasileiro Neymar com seu ex-time Barcelona a respeito do pagamento pendente de um bônus equivalente a US$ 53,5 milhões, informou a própria entidade nesta sexta-feira.


Neymar durante partida do Paris Saint Germain contra o Strasbourg pelo Campeonato Francês

Um porta-voz da organização disse à agência inglesa de notícias Reuters por email que, como a desavença foi submetida a organismos diferentes; que se entende ser o sistema legal espanhol; a Fifa não está em posição de mediar.

– A administração da Fifa informou as partes em disputa que, baseada na jurisprudência antiga e bem estabelecida dos organismos decisórios da Fifa; esta não parece estar em posição de continuar com a investigação do caso –  disse o porta-voz.

– Os procedimentos, portanto, foram encerrados por razões formais.

No mês passado um porta-voz de Neymar informou que o brasileiro está processando o Barça; por não ter feito o pagamento, dizendo que o time espanhol deve ao jogador do Paris St Germain este montante mais 10 %  de juros; sobre o bônus que aceitou por assinar um novo contrato dois anos atrás.

O Barcelona

O Barcelona pagou a Neymar a primeira parte de um bônus de contratação depois; que ele aceitou um novo acordo de cinco anos em 2016.

Mas em agosto o time da liga espanhola disse estar processando Neymar; por violação de contrato e querer; que ele devolva o dinheiro; que recebeu antes de se unir ao time francês por um valor de transferência recorde de US$ 273,13 milhões em agosto de 2017.

Neymar se recusou, e desde então as duas partes estão em atrito.

Neymar, de 26 anos, marcou 19 gols em 19 jogos do Campeonato Francês para o PSG; ajudando o time a abrir 12 pontos de dianteira no topo da tabela; mas a equipe precisa se recuperar da derrota de 3 a 1 para o Real Madrid na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões se quiser continuar na competição.

Copa da Rússia

A Fifa disse nesta sexta-feira que tem toda a confiança nas medidas de segurança da Copa do Mundo da Rússia; mesmo depois que a violência das torcidas do país-sede do Mundial voltou a chamar a atenção na esteira de incidentes envolvendo torcedores do Spartak de Moscou; na quinta-feira, durante os quais um policial espanhol morreu de ataque cardíaco.

O agente morreu em um hospital de Bilbao, cidade do norte da Espanha. Ele foi socorrido; enquanto a força policial regional tentava impedir confrontos entre torcedores do Spartak e do Athletic nas ruas antes da partida da Liga Europa no estádio San Mames.

Nove pessoas foram presas após os embates. O jornal espanhol El Mundo disse; que dois dos chamados “ultras” russos foram hospitalizados com ferimentos.

A Copa do Mundo da Rússia começa em 14 de junho, e as autoridades russas estão adotando procedimentos de segurança rigorosos para controlar hooligans; incluindo os torcedores russos que provocaram tumultos na Euro 2016 na França e em outras competições de futebol.

– No que diz respeito à segurança da Copa do Mundo de 2018; confiamos plenamente nos mecanismos de segurança e no conceito de segurança complexo concebidos pelas autoridades russas; e pelo comitê organizador local –  disse a Fifa em um comunicado citado pelo jornal russo Sport Express.

–  Como a Copa das Confederações da Fifa, que foi realizada na Rússia no ano passado, mostrou; os padrões de segurança já altos da Rússia foram alterados de maneira a se adequarem à natureza de eventos esportivos de tão larga escala.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *