Fifa suspende Chelsea nas próximas duas janelas de transferência

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019 as 11:17, por: CdB

Após uma longa investigação, a Fifa afirmou que o clube inglês violou o regulamento do artigo 19 no que diz respeito a 29 jogadores menores de idade.

Por Redação, com Reuters – de Londres

A Fifa suspendeu nesta sexta-feira o Chelsea das próximas duas janelas de transferência, depois de considerar que o clube da Premier League infringiu as regras sobre transferência internacional de jogadores com idade inferior a 18 anos, ao passo que o clube afirmou que “refuta categoricamente” as acusações e que vai recorrer da punição.

Bandeira do Chelsea no Stamford Bridge antes de partida contra o Malmo pela Liga Europa

Após uma longa investigação, a Fifa afirmou que o clube inglês violou o regulamento do artigo 19 no que diz respeito a 29 jogadores menores de idade.

O Chelsea também foi multado em 600.000 francos suíços e recebeu prazo de 90 dias para “regularizar a situação”.

Em resposta à decisão, o clube da Premier League disse refutar “categoricamente as conclusões do Comitê Disciplinar da Fifa e, portanto, estará apelando da decisão”.

A suspensão não se aplica à equipe feminina do Chelsea.

– O clube deseja enfatizar que respeita o importante trabalho realizado pela Fifa em relação à proteção de menores e cooperou totalmente durante toda a investigação – afirmou o Chelsea em um comunicado.

Chelsea e Arsenal avançam na Liga Europa

Arsenal e Chelsea venceram seus jogos em casa na quinta-feira para alcançar as oitavas de final da Liga Europa, e foram acompanhados por grandes forças da Itália em noite de ação na segunda competição mais importante do continente.

O Arsenal ganhou do BATE Borisov por 3 x 0, após derrota por 1 a 0 para os campeões de Belarus na primeira partida, enquanto o Chelsea tirou um pouco da pressão sobre o técnico Maurizio Sarri ao bater o Malmö por 3 a 0, o que o deu uma vitória de 5 a 1 sobre os suecos no placar agregado.

O alemão Eintracht Frankfurt eliminou o Shakhtar Donetsk com uma vitória por 4 a 1, com resultado de 6 a 3 no agregado, e o Napoli, campeão da antiga Copa da UEFA em 1989, não teve problemas para bater o FC Zurich por 2 a 0 em casa e avançar com um 5 a 1 na soma dos dois placares.

A Inter de Milão, vencedora de três Ligas dos Campeões e Copas da UEFA, também avançou ao golear em casa o Rapid Viena por 4 a 0, completando um placar agregado de 5 a 0.

O Red Bull Salzburg foi o outro grande vencedor da noite, conforme vitória por 4 a 0 em casa deu aos austríacos a classificação diante do Club Brugge, com 5 a 2 no agregado, enquanto o Zenit São Petersburgo contou com dois gols do atacante iraniano Sardar Azmoun para vencer o Fenerbahce por 3 a 2 no placar geral e avançar.

Os campeões croatas do Dinamo Zagreb eliminaram o Viktoria Plzen com vitória por 3 a 0 (4 a 2 na soma). Já um gol de Kevin Gameiro deu a classificação ao Valencia diante do Celtic, que atuou com 10 homens desde o primeiro tempo após a expulsão de Jeremy Toljan, completando o 3 a 0 agregado do time espanhol sobre o campeão europeu de 1967.

O Bayer Leverkusen foi a grande surpresa do dia, após um empate por 1 a 1 em casa contra o Krasnodar enviar o time russo para a próxima fase graças ao gol marcado fora de casa. O Real Bétis foi eliminado pelo Rennes após perder em casa por 3 x 1 para os franceses (6 a 4 na soma).

O Slavia Praga goleou o belga Genk fora de casa por 4 a 1 após um jogo sem gols na ida, e o Dynamo de Kiev bateu o Olympiacos por 3 a 2 no agregado, classificando-se graças a uma vitória pelo placar mínimo em casa nesta quinta-feira.

Um empate por 0 a 0 com o Galatasaray foi o suficiente para classificar o Benfica, após vitória portuguesa como visitante por 2 a 1 na ida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *