Foice encontrada pela perícia será submetida a teste Luminol

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 10 de dezembro de 2003 as 11:48, por: CdB

O coordenador-geral da Polícia Técnica Roger Ancillotti, que está acompanhando a reconstituição do assassinato do casal americano, Todd e Michelle Staheli, disse que ainda não está descartada a participação dos dois filhos mais velhos do casal na reconstituição.

Segundo ele, a política está tentando sensibilizar os advogados da família presentes à chamada “reprodução simulada”. Por ora, os filhos estão sendo representados por atores, assim como o casal de americanos que primeiro prestou socorro no dia do crime. Ancillotti informou também que uma enxada encontrada ontem no sótão de um dos closets do quarto dos dois filhos mais novos do casal, vai ser periciada hoje à tarde por peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli.

Uma foice encontrada nesta terça-feira na casa de ferramentas do condomínio também vai ser submetida a teste com Luminol, substância que detecta vestígios invisíveis de sangue. Embora a informação sobre a enxada tenha sido dada na sexta-feira, só ontem a Polícia recolheu o objeto para fazer o exame.

– Já se sabia desta enxada. Na sexta-feira ao ver a exposição (das fotos do crime) o perito se lembrou da enxada- afirmou.

 Ele acrescentou que é prematuro afirmar que ela seja a arma do crime.

Ele ressaltou porém, que ela se encaixa na classe de objetos corto-contundentes, que pela análise dos golpes no casal, foi o tipo utilizado no crime. Ancillotti informou ainda que os dois agentes do FBI, que estão no Rio para acompanhar as investigações, estão ajudando a Polícia na análise de um banco de dados para fazer um perfil do provável um ou mais agressores que participaram