Folia de rua, humanista e de esquerda, atrai multidões na capital paulista

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 15 de fevereiro de 2020 as 16:03, por: CdB

Entre as grandes atrações, estão Baiana System, Nação Zumbi, Elza Soares, o tradicional bloco recifense Galo da Madrugada e a Orquestra Voadora, do Rio de Janeiro.

Por Redação, com BdF – de São Paulo

O divertimento está garantido neste domingo, na capital paulista. Sob o slogan “São Paulo Capital da Cultura”, a prefeitura divulgou na semana passada a lista de blocos confirmados, que em relação ao ano passado, teve um crescimento de 62%.  Dentre os dias oficiais, que vão de 14 de fevereiro a 01 de março, serão 644 blocos, que farão 678 desfiles, contemplando todas as 32 subprefeituras da cidade.

Artistas não perdem a oportunidade de se divertir em meio ao público, nos blocos de rua que desfilam por toda a capital paulista
Artistas não perdem a oportunidade de se divertir em meio ao público, nos blocos de rua que desfilam por toda a capital paulista

Isso sem falar nos blocos que não se inscreveram e que mesmo assim sairão às ruas, a exemplo do Bloco Vai Quem Qué, que em 2020 completa 40 anos de carnavalidade. Entre as grandes atrações, estão Baiana System, Nação Zumbi, Elza Soares, o tradicional bloco recifense Galo da Madrugada e a Orquestra Voadora, do Rio de Janeiro, que desfilam pela primeira vez em São Paulo. 

No grito

Nos últimos anos, o carnaval de rua de São Paulo têm agitado milhares de foliãs e foliões com muito glitter, fantasias, cores, diversidade e sim, política. Principalmente de 2016 pra cá, palavras de ordem como “Fora Temer”, “Ele Não”, “Lula Livre” e até o famoso “Lula inocente, eu não” tomaram as ruas por meio de marchinhas, adereços, tatuagens, placas e foram também puxadas por artistas que se apresentaram no carnaval. 

Para Lira Alli, que compõe a organização do Arrastão dos Blocos, uma articulação criada no processo de mobilizações contra o golpe de 2016, “fazer um carnaval que resgate os valores primordiais do carnaval, da liberdade de expressão, da liberdade de existência, da ocupação do espaço público com festa, com celebração, com a celebração da vida, já é de uma expressão política muito profunda nos tempos em que a gente está vivendo”. 

Lira conta que o Arrastão dos Blocos “surge justamente para a gente conseguir falar de política e fazer a política, porque a gente acredita que ocupar a rua em festa, sendo feliz, sendo livre, vestindo as nossas fantasias, é um ato de transformação, mas também porque a gente faz das nossas letras e composições musicais, processos de construção de uma análise de conjuntura política coletiva”.

Luta popular

O Arrastão dos Blocos vai fazer o encerramento não oficial do carnaval de rua de São Paulo, no dia 7 de março, às 16h20, com local ainda a ser divulgado pela organização. 

O Correio do Brasil e o jornal Brasil de Fato (BdF) prepararam o roteiro com dicas de blocos que respeitam e defendem os direitos do povo e fazem luta com alegria pelas ruas da maior metrópole brasileira neste carnaval.

Confira a programação dos blocos para este carnaval:

Domingo (16/2)

 

Bloco Elástico – 13h

Rua Luís Góis, 1566 – Vila Mariana

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Monobloco – 13h

Av. Pedro Álvares Cabral – Ibirapuera

 

Acadêmicos do Baixo Augusta – 14h

Rua da Consolação, 2195 – Consolação

 

Bloco da Abolição – 14h

Praça General Craveiro Lopes (entre Rua Abolição e Santo Antônio)

Organizado pelo Levante Popular da Juventude e Consulta Popular

 

Bloco da Ursal – 14h

Rua Lavradio 561 – Barra Funda

 

Quarta-feira (19/2)

 

Rolezinho das Crioulas – 13h

Rua Girassol – Pinheiros

Temática Negra

 

Sexta-feira (21/2)

 

Blocolândia – 14h

Rua Helvetia, 64

Organizado pela Craco Resiste. Participa do Arrastão dos Blocos

 

Banda do Trem Elétrico – 18h

Rua Augusta, esquina com a Rua Matias Aires

Organizado pelo Sindicato dos Metroviários de SP

 

Ilú Obá de Min – 19h

Praça da República

Se apresenta também no dia 23/02 às 14h entre as Alamedas Barão de Paranapiacaba com Nothmann

Temática Negra

 

Sábado (22/2)

 

Bloco Manada – 10h

Rua Conselheiro Brotero – Santa Cecília

 

Abre Caminho – 10h

Largo do Arouche

Participação de Elza Soares

 

Siga La Pelota – 11h

Rua Aimberê, 171 – Perdizes

 

Bloco Bollywood – 11h

Rua Augusta, 1314

Temática Indiana. Faz homenagem a Gandhi

 

MinhoQueens – 14h

Av. São João

Temática LGBT+

 

Central do Brasil – 14h

Rua Cunha Gago, 1 – Pinheiros

Diversidade musical brasileira

 

Saci da Bixiga – 15h

Rua São Domingos, 2 – Bela Vista

Organizado pelo Espaço Cultural Latino-Americano

 

Bloco Jegue Elétrico SP – 15h

Rua Lisboa 509 

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Domingo (23/2)

 

Saia de Chita – 09h

Praça Vicente Tramonte Garcia – Pompeia

Temática Feminista

 

Bloco Cacique Jaraguá – 13h

Beco do Batman – Vila Madalena

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Bloco do Fuá – 13h

Rua Conslheiro Ramalho, 992 – Bixiga

 

Comunidade Boliviana – 13h

Rua José Paulino – Bom Retiro

Organizado pela comunidade de imigrantes bolivianos

 

Ilú Obá de Min – 14h

Esquina das Al. B. de Paranapiacaba x Al. Nothmann

Temática Negra

 

Bloco do Fuá – 14h

Rua Conselheiro Ramalho, 992 – Bixiga

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Samba do Seu Zé – 14h

Praça Dom José Gaspar

Bloco de Terreiro – homenagem a Zé Pilintra

 

Bloco Jegue Elétrico SP – 15h

Rua Lisboa, 509 

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Segunda (24/2)

 

Charanga do França – 09h

Rua Imaculada Conceição 151 – Santa Cecília

 

Bloco 77 – 14h

Rua Simão Alvares – Pinheiros

Temática Antifascistas. Bloco Punk

 

Bloco Jegue Elétrico SP – 15h

Praça da República

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Bloco JAH É

Largo da Matriz – Freguesia do Ó

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Terça (25/2)

 

Galo da Madrugada – 09h

Av. Pedro Álvares Cabral – Ibirapuera

Bloco de Recife que desfila pela primeira vez em SP

 

Blokoke – 11h

Casa da Dona Yaya – Bixiga

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Bloco Pagu – 12h

Av. Ipiranga

Temática Feminista

 

Bloco Agora Vai – 14h

Rua João de Barros, 23 – Barra Funda

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Bloco Zélia, Cássia, Rita, Carolina e todas minas – 14h

Rua Faustolo – Lapa

temática Feminista

 

Sábado (29/2)

 

Navio Pirata – 11h

Av Tiradentes, 567

Participação de Baiana System

 

Bloco do Pequeno Burguês – 11h

Parada Inglesa – Zona Norte

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Bloco Nu Vuco Vuco – 13h

Praça Cornélia – Lapa

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Troça Eletrica com Nação Zumbi – 13h

Av. Tiradentes

Participação de Nação Zumbi

 

Bloco da Diversidade – 14h

Largo do Arouche

Temática LGBT+

 

Siga Bem Caminhoneira – 14h

Rua Rui Barbosa, Bela Vista

Temática LBT

 

Bloco do Água Preta – 14h

Augusto de Miranda com Padre Chico – Pompeia

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Cordão do Jamelão – 14h

Rua Maria José, 423 – Bixiga

Participa do Arrastão dos Blocos

 

Domingo (1/3)

 

Bloco JAH É

Largo da Matriz – Freguesia do Ó

Participa do Arrastão dos Blocos

Orquestra Voadora – 14h

Largo do Paissandú

Bloco circense do Rio de Janeiro que se apresenta pela primeira vez em SP

 

Os Capoeira – 14h

Rua Belmiro Braga – Vila Madalena

Bloco de percussionistas e mestres de capoeira

 

Bloco Filhas da Lua – 15h

Escadaria do Bixiga

Temática Feminista. Participa do Arrastão dos Blocos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *