Força-tarefa de ordem pública inicia ação na Lapa e Cinelândia

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 7 de outubro de 2019 as 13:53, por: CdB

A Prefeitura do Rio de Janeiro iniciou, na manhã desta segunda-feira, ações da força-tarefa de ordem pública na região entre Lapa e Cinelândia.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro iniciou, na manhã desta segunda-feira, ações da força-tarefa de ordem pública na região entre Lapa e Cinelândia. Integrada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a operação fiscaliza diversas frentes, tais como: o comércio não autorizado e o estacionamento irregular, além de
realizar a limpeza urbana, conservação e o acolhimento da população em situação de rua.

Paulo Amendola, secretário municipal de Ordem Pública, dá instruções à equipe da força-tarefa na Lapa
Paulo Amendola, secretário municipal de Ordem Pública, dá instruções à equipe da força-tarefa na Lapa

A força-tarefa contou com 60 agentes de diversos órgãos municipais, além de três caminhões com guindaste hidráulico (com braço articulado para poda e manutenção de iluminação pública), dois caminhões basculantes da Comlurb e oito viaturas para fiscalização.

Irregularidades

No sexto dia da operação especial da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) para o Rock in Rio, no sábado, foram aplicadas 136 multas de trânsito, 47 remoções de veículos por estacionamento irregular, 12 autuações referentes ao transporte complementar- com três remoções de vans, sendo duas piratas, e 28 multas por evasão de tarifa do BRT.

Entre as ocorrências, oito pessoas foram conduzidas para o Juizado Especial Criminal (JECRIM) na Cidade do Rock, após terem sido flagradas utilizando credenciais de serviço irregulares para entrar no evento. O flagrante aconteceu na altura do portão seis, de acesso dos prestadores de serviço, após uma dupla de guardas municipais desconfiar de uma mulher que estava entrando e saindo diversas vezes do local. Em um dos momentos, um dos integrantes do grupo estava com a credencial presa com cadarço de sapato.

Na abordagem ao grupo, os guardas verificaram que os nomes nas credenciais eram diferentes dos documentos de identificação apresentados e com apoio da segurança do evento foi verificado que os códigos (qrcode) não podiam ser checados. Além de conduzir o grupo para o JECRIM, os guardas municipais também apreenderam as credenciais.

Cerca de 1.591 infrações

No total dos seis dias de evento na região da Cidade do Rock, foram registradas 1.591 infrações, sendo as principais: 725 multas de trânsito, 393 remoções de veículos, 293 autuações a vans e kombis irregulares (26 remoções de vans e 17 piratas) e 178 multas por calote no BRT, além de 43 credenciais falsas apreendidas, sendo 35 de trânsito livre para moradores e oito crachás individuais de staff.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública iniciou, às 7h de sexta-feira, dia 27 de setembro, a operação Rock in Rio, com a integração – via Subsecretaria de Operações da Seop, dos diversos órgãos da Prefeitura: secretarias municipais de Fazenda (coordenadorias de Controle Urbano e de Licenciamento e Fiscalização) e de Assistência Social e de Direitos Humanos e Comlurb,  além da Polícia Militar. Somente os efetivos da Seop e GM-Rio contabilizam 560 agentes por dia para realizar o patrulhamento urbano, o controle de trânsito, a fiscalização de estacionamento irregular e do transporte complementar do entorno do evento, além de manter de prontidão a Defesa Civil municipal.

Durante os sete dias de festival, o esquema especial contará com 510 guardas municipais, 16 equipes de reboques da Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer) e 20 fiscais da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC), mais engenheiros e técnicos da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, todos vinculados à Seop.

O efetivo da GM-Rio atua nas estações, nos terminais de transportes e nas principais vias de acesso ao Parque Olímpico, com patrulhamento a pé, em motocicletas e viaturas, além de apoio de oito cães e estrutura operacional de 106 veículos, 169 rádios de comunicação e base de comando central.

No trânsito, os guardas estão distribuídos por 53 pontos de bloqueio definidos pela CET-Rio, implantados a partir das 13h.

Veículos rebocados

Em caso de veículo rebocado, o cidadão deve acessar a página da Prefeitura na internet para impressão da Guia de Pagamento e de Remoção (GPR). A GPR pode ser impressa no depósito da Prefeitura, localizado na Rua Omar Bandeira Ramidan Sobrinho, nº 1, no Recreio dos Bandeirantes, e a principal unidade que receberá os automóveis removidos na região.

O boleto deve ser pago nos bancos conveniados e não é aceito online. Para a retirada dos veículos apreendidos, devem ser apresentados os comprovantes de pagamento da diária e da taxa de remoção, além da quitação de todas as multas vencidas e débitos pendentes. Os depósitos da Prefeitura funcionam todos os dias, incluindo sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *