França condena atentado terrorista em Tel Aviv

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 1 de novembro de 2004 as 17:50, por: CdB

Porta-voz do Ministério de Relações  Exteriores da França disse que o país condenou o atentado praticado, nesta segunda-feira, por um jovem suicida palestino em Tel Aviv e pediu a todas as partes do conflito israelense-palestino que evitem o reinício do ‘trágico ciclo da violência’. Três civis israelenses morreram e outras 34 pessoas ficaram feridas no atentado suicida cometido em um mercado do centro de Tel Aviv por um adolescente palestino e reivindicado pela Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP).

– Nossas condolências às famílias e às pessoas próximas às vítimas, assim como às autoridades israelenses (…) ”O terrorismo é inaceitável e injustificável. Pedimos a todas as partes que se mobilizem para evitar o reinício do trágico ciclo da violência. – disse o porta-voz.

O atentado também foi condenado pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Yasser Arafat, do hospital militar de Percy em Clamart, nos arredores de Paris, onde está internado desde sexta-feira passada. Arafat condenou o atentado e pediu a todos os grupos palestinos e ao primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, que ‘evitem matar civis’, em uma conversa por telefone com seu principal assessor, Nabil Abú Rudaina.