França confisca ativos do Irã em resposta a tentativa de ataque em Paris

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 2 de outubro de 2018 as 11:12, por: CdB

A França havia alertado Teerã a esperar uma resposta robusta depois que um diplomata iraniano foi preso na Alemanha suspeito de envolvimento com um plano para detonar bombas.

Por Redação, com Reuters – de Paris

A França confiscou ativos de propriedade dos serviços de inteligência do Irã e de dois iranianos em resposta a uma tentativa de ataque a um comício de um grupo de oposição iraniano exilado ocorrido nas redondezas de Paris em junho, informou o governo francês nesta terça-feira.

A França confiscou ativos de propriedade dos serviços de inteligência do Irã

A França havia alertado Teerã a esperar uma resposta robusta depois que um diplomata iraniano foi preso na Alemanha suspeito de envolvimento com um plano para detonar bombas durante uma reunião do Conselho Nacional de Resistência do Irã, com sede em Paris.

Rudy Giuliani, advogado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e diversos ex-ministros europeus e árabes estavam presentes no evento realizado em Villepinte.

– Uma tentativa de ataque em Villepinte foi frustrada no dia 30 de junho. Um incidente de tamanha gravidade em nosso território nacional não poderia passar impune – disseram em comunicado conjunto os ministérios de Relações Exteriores, do Interior e da Economia da França.

Um porta-voz da embaixada iraniana em Paris não respondeu de imediato a um pedido de comentário, e não houve uma reação de imediato de Teerã à medida tomada pela França.

Os bens apreendidos eram de dois iranianos identificados como Assadollah Asadi e Saeid Hashemi Moghadam, segundo o comunicado. Uma unidade dos serviços de inteligência do Irã também foi afetada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *