Fugitivo é preso vestido de mulher no carnaval

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 6 de março de 2019 as 12:51, por: CdB

Com mandado de prisão em aberto, o homem foi flagrado pelas câmeras enquanto estava no circuito Dodô, reconhecido pelo sistema, acabou detido pelos policiais militares que faziam a revista.

Por Redação, com ABr – de Brasília

Vestido de mulher e disposto a brincar em um dos mais famosos blocos de carnaval de Salvador, Marcos Vinicius de Jesus Neri, 19 anos, acusado de homicídio, foi flagrado pelas câmeras de reconhecimento facial nas ruas da capital baiana. Procurado pela polícia há oito meses, o jovem foi preso.

O homicida foi flagrado pelas câmeras instaladas em um dos Portais de Abordagens instalado na Barra

Com mandado de prisão em aberto, o homem foi flagrado pelas câmeras enquanto estava no circuito Dodô, reconhecido pelo sistema, acabou detido pelos policiais militares que faziam a revista.

De Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, Neri é procurado desde julho de 2018 e foi primeiro a ser capturado com o auxílio da tecnologia, implantada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

– Enganaram-se aqueles que acharam que, por ser último dia de festa, a secretaria iria baixar a guarda. Estamos atentos e o policiamento continuará intenso para garantir que os foliões brinquem em paz – destacou o gestor da SSP Maurício Teles Barbosa.

Tecnologia

Lançado no final do ano passado, com tecnologia capaz de identificar criminosos, o projeto de Vídeo Policiamento foi utilizado pela primeira vez no carnaval de Salvador. Uma novidade no país, os equipamentos espalhados pelos três circuitos nos portais de abordagem identificaram 460 mil pessoas por dia.

De acordo com a secretaria, mais de R$ 18 milhões foram investidos nos softwares de reconhecimento, agregando ainda mais atividades ao videomonitoramento já utilizado. Além de ser empregada para encontrar criminosos, o sistema também ajuda a localizar pessoas desaparecidas.

– O banco de dados das pessoas procuradas foi alimentado pela Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública, priorizando, no caso dos criminosos, os mais perigosos e os que estão inseridos como cartas no Baralho do Crime – afirmou Barbosa.

Mais de mil pessoas foram presas

A operação para combater a criminalidade durante os dias de carnaval no Estado de São Paulo deteve 1.144 pessoas, entre elas foram apreendidos 75 adolescentes. A Operação Carnaval Mais Seguro começou na sexta-feira com o aumento de mais policiais civis e militares nas ruas, principalmente nos locais de maior movimento de foliões.

As ações contra motoristas alcoolizados também foram intensificadas. Foram autuadas 3.102 pessoas por consumo de álcool ou por recusa em realizar o teste do bafômetro. Mais de 96,1 mil veículos foram vistoriados e 241 carros roubados ou furtados foram recuperados.

A corporação contabiliza 152.527 abordagens policiais, que resultaram na apreensão de 84 armas e 701,2 quilos de drogas. Foram capturados 247 foragidos da Justiça. As equipes de plantão nas unidades policiais foram reforçadas. Apenas na cidade de São Paulo, o carnaval de rua atraiu 5 milhões de foliões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *