Funcionários da ONU têm execução prorrogada no Afeganistão

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 3 de novembro de 2004 as 05:34, por: CdB

Os três funcionários das Nações Unidas (ONU), seqüestrados no Afeganistão, tiveram sua exceução prorrogada por algumas horas. Os raptores adiaram o horário marcado para a execução, prevista inicialmente para o meio-dia desta quarta-feira (5h0 Brasília).

– O prazo foi adiado para esta noite. –  declarou à <i>AFP</i> um portavoz dos seqüestradores, Syed Khaleed, sem especificar o novo prazo.

Os três funcionários internacionais da ONU, a britânica Annetta Flanigan, o filipino Angelino Nayan e a kosovar Shqipe Habibi, foram seqüestrados em 28 de outubro em Cabul.

O Exército dos Muçulmanos, o grupo que reivindicou o seqüestro, pede principalmente a retirada das tropas britânicas do Afeganistão e a libertação dos prisioneiros afegãos detidos pelas forças americanas na base naval americana de Guantánamo, na ilha de Cuba.