Furlan visita o Congresso para defender aprovação de PPPs e Lei de Inovação

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 10 de novembro de 2004 as 22:02, por: CdB

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior visitou hoje o Congresso Nacional para tentar convencer os parlamentares a acelerar a votação do projeto das Parcerias Público-Privadas (PPPs) e da Lei de Inovação. Ele acha que esse temas precisam ser aprovados logo para não atrasar a Política Industrial do governo, fundamental para manter o crescimento da economia.

Durante o tempo em que esteve no Congresso, o ministro foi acompanhado pelo líder do governo no Senado Federal, Aloisio Mercadante (PT/SP). Terminadas as eleições, o governo se empenha para tocar a agenda econômica no Congresso Nacional, principalmente em relação a projetos considerados prioritários para a economia do país, como a proposta de Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Esta semana, o secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy, já compareceu à Comissão de Assuntos Econômicos do Senado para falar da importância da participação da iniciativa privada na recomposição da infra-estrutura como ponto fundamental para o crescimento econômico. Levy lembrou aos parlamentares que 2003 foi o ano da conclusão do ajuste externo e da consolidação da estrutura fiscal. Em 2004, o governo tem trabalhado para o aumento da renda real e do crescimento da demanda doméstica, com uma expectativa do aumento do PIB de 4%.

Para 2005, Levy defendeu o investimento relacionado com a infra-estrutura. Citou como ações adotadas o estímulo à construção civil e a tentativa de acabar com os gargalos existentes em setores como portos e demais postos de escoamento da produção. Ele defendeu a criação de um novo marco regulatório.