Fuzileiro investigado sobre possível execução em Falluja

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 16 de novembro de 2004 as 02:55, por: CdB

O Exército dos EUA está investigando se um fuzileiro americano executou um insurgente ferido e desarmado durante a batalha pelo controle de Falluja, bastião rebelde no Iraque, informou na segunda feira a rede CNN. O incidente foi capturado em vídeo por um cinegrafista que acompanhava a operação liderada pelas forças americanas.

O homem, que estava acompanhado de outros feridos, foi atingido por um tiro à queima-roupa na cabeça no último sábado. O grupo de rebeldes foi encontrado em uma mesquita que, segundo os fuzileiros, servia como depósito de armas pequenas e granadas de propulsão para os insurgentes.

O fuzileiro envolvido no episódio foi afastado de sua unidade e levado para o quartel-general da 1ª Força Expedicionária do Corpo de Fuzileiros. De acordo com as leis americanas, os soldados dos EUA são proibidos de matar quaisquer combatentes que não representem perigo.