Garotada é a salvação no Vasco

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 3 de junho de 2003 as 00:23, por: CdB

Ainda sem contar com o talento e a experiência de Edmundo e Marcelinho, o técnico Antônio Lopes recorre aos jogadores formados nas divisões de base do Vasco. No empate com o Atlético-MG, domingo passado, em São Januário, o treinador utilizou oito jogadores com, no máximo, 22 anos.

– Estava programado o aproveitamento da garotada para que possamos formar o jogador como profissional. Mas pelo momento que o Vasco vive, com diversos jogadores contundidos, o lançamento deles foi antecipado – declarou Lopes, que seguiu com o discurso:

– O Vasco sempre teve sucesso em revelar bons jogadores. O grupo é bom e tenho certeza de que vamos fazer grandes ídolos para o futuro – completou o treinador, que lançou de início o zagueiro Wescley, o lateral-esquerdo Leandro, os volantes Ygor e Rodrigo Souto, os meias Léo Lima e Cadu, além do atacante Souza.

Em recuperação de uma lesai muscular, Marcelinho destaca o trabalho feito em São Januário com a garotada: “É necessário esse trabalho de renovação, porque pode revelar grandes talentos para o futebol brasileiro. O Vasco sempre investiu nas categorias de base e o Lopes está lançando os garotos aos poucos. O clube só tem a ganhar com esse trabalho”, afirmou.