Gilmar Mendes é alvo de vaias durante voo comercial

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado domingo, 28 de janeiro de 2018 as 15:07, por: CdB

Coube ao magistrado garantir a liberdade do banqueiro Daniel Dantas; envolvido em uma série de escândalos. Gilmar Mendes, com o apoio ao banqueiro, foi determinante para o fim da Operação Satiagraha, deflagrada sob o comando do Delegado Protógenes Queiróz.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

O polêmico ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes foi alvo de vaias e ofensas durante um voo comercial. Os passageiros passaram a gritar “Amigo do Daniel Dantas, Aécio Neves”, em meio a um princípio de tumulto. Em seguida, emendaram “Fora, Gilmar!”. O vídeo se propagou nas redes sociais, neste domingo.

O ministro Gilmar Mendes foi alvo de vaias, durante um voo comercial
O ministro Gilmar Mendes foi alvo de vaias, durante um voo comercial

No vídeo, o comissário informa que o avião pousará em um local diferente do destino original. A Polícia Federal foi acionada. A informação alterou ainda mais o ânimo dos passageiros; que começaram a questionar o motivo de Gilmar Mendes precisar de escolta policial. Mendes tem sido protagonista de episódios questionáveis, do ponto de vista jurídico e político.

Coube ao magistrado garantir a liberdade do banqueiro Daniel Dantas; envolvido em uma série de escândalos. Gilmar Mendes, com o apoio ao banqueiro, foi determinante para o fim da Operação Satiagraha, deflagrada sob o comando do Delegado Protógenes Queiroz.

Escracho

O policial federal, a partir daí, passou a ser alvo de uma perseguição, dentro e fora da corporação. Atualmente, reside na Suíça e prepara-se para voltar ao Brasil. O Delegado Protógenes (PCdoB-SP), nome que conquistou um mandato na Câmara dos Deputados, poderá tentar uma nova eleição.

Gilmar Mendes, por sua vez, tem sido apontado como um risco à democracia brasileira. Há 15 dias, o ministro do STF esteve no centro de outros protestos, em Lisboa, capital de Portugal. Próximo a um restaurante, ele ouviu de duas mulheres que ele é “de uma injustiça imensurável”; questionando em seguida se ele “não tem vergonha do que faz pelo país?”.

Assista ao vídeo do escracho, em pleno voo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *