Ginasta da Rússia é suspenso por defender guerra em pódio

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 18 de maio de 2022 as 13:13, por: CdB

O atleta de 20 anos de idade faturou a medalha de bronze em uma das provas da competição e usou uma letra “Z” no peito ao lado do ucraniano Illia Kovtun, que ficou com o ouro. A letra se tornou um símbolo de apoio à invasão russa.

Por Redação, com ANSA – de Doha

O ginasta russo Ivan Kuliak foi suspenso por um ano por ter usado um símbolo da invasão à Ucrânia no pódio da Copa do Mundo de Atletismo em Doha, no Qatar.

Ivan Kuliak ficará um ano suspenso

O atleta de 20 anos de idade faturou a medalha de bronze em uma das provas da competição e usou uma letra “Z” no peito ao lado do ucraniano Illia Kovtun, que ficou com o ouro. A letra se tornou um símbolo de apoio à invasão russa.

A Federação Internacional de Ginástica (FIG) investigou o incidente e proibiu Kuliak de disputar competições da instituição por um ano. Além disso, o russo foi desqualificado do Mundial e precisará devolver a medalha, mas poderá apelar da decisão.

No conflito em território ucraniano, a letra Z já foi vista em tanques, muros de cidades e uniformes de soldados, além de ter sido usada por políticas pró-guerra.

Saudação nazista

Há pouco mais de um mês, um kartista russo foi punido por ter feito um gesto que lembra a saudação nazista durante a execução do hino da Itália, país pelo qual ele competia. Artem Severiukhin teve sua licença retirada e foi demitida da equipe sueca Ward Racing.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code