Godín anuncia que deixará Atlético de Madri

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 7 de maio de 2019 as 12:44, por: CdB

Godín, lutando para conter as lágrimas, não disse para onde está indo, mas vários veículos da mídia espanhola noticiaram que ele se unirá à Inter de Milão.

Por Redação, com Reuters – de Madri/Londres

O zagueiro uruguaio Diego Godín, capitão do Atlético de Madri, disse em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira que deixará o time espanhol depois de nove anos quando seu contrato terminar em junho.

Diego Godín

Godín, de 33 anos, jogou 387 vezes com o Atlético desde que deixou o Villarreal em 2010, e marcou 27 gols,  incluindo a cabeçada que fez história garantindo o primeiro título espanhol do clube em 18 anos no empate de 1 a 1 com o Barcelona em 2014.

Godín, lutando para conter as lágrimas, não disse para onde está indo, mas vários veículos da mídia espanhola noticiaram que ele se unirá à Inter de Milão.

Ele é o jogador há mais tempo no time e o mais destacado a partir desde que Fernando Torres e o ex-capitão Gabi Fernández o fizeram no ano passado.

A saída de Godín deixará mais um buraco na defesa do Atlético, já que Lucas Hernández, da seleção francesa, já assinou com o Bayern de Munique em junho depois que o clube pagou sua cláusula de liberação de 80 milhões de euros.

– Estou um pouco nervoso, muito mais do que fico antes de um jogo, mas chamei todos aqui para informá-los que estes são meus últimos dias no clube – disse Godín.

– É doloroso dizer adeus, mas parto com a cabeça erguida depois de dar tudo todos os dias.

O presidente do Atlético, Enrique Cerezo, acrescentou: “Estamos aqui para dizer adeus a uma lenda do Atlético. Você foi uma parte vital desta grande era para o clube, com seus esforços e seus gols, como aquele que nos deu o título no Camp Nou”.

City bate Leicester

O Manchester City pode conquistar o Campeonato Inglês no domingo com uma vitória sobre o Brighton fora de casa, depois de um forte chute de longa distância do capitão Vincent Kompany, aos 25 minutos do segundo tempo, dar ao time uma vitória sobre o Leicester City por 1 a 0 nesta segunda-feira.

Com a vitória no penúltimo jogo do torneio, o City volta ao topo da tabela, com um ponto de vantagem sobre o Liverpool, que recebe o Wolverhampton no domingo.

Contra o Leicester, o tempo aguardado pelos torcedores do City por um gol no Etihad Stadium foi o maior em toda a temporada da Premier League. Com os nervos à flor da pele, havia um sentimento de que o Leicester poderia atrapalhar as esperanças de Pep Guardiola de mais um título nacional.

Mas então Kompany, zagueiro de 33 anos, ficou com a bola pouco à frente do meio de campo, com a linha de defesa do Leicester mais recuada, e fuzilou de fora da área, no ângulo da meta do goleiro Kasper Schmeichel, para anotar o único gol do jogo.

O Leicester teve uma oportunidade para empatar aos 42 minutos da etapa final, mas Kelechi Iheanacho, ex-jogador do City que entrou durante a partida, não conseguiu concluir bem de uma posição promissora.

O City, que agora soma 13 vitórias consecutivas no campeonato, tem 95 pontos, enquanto o Liverpool conta com 94, além de possuir uma diferença positiva de quatro gols de saldo para o time de Juergen Klopp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *