Google é multado em 1,5 bilhão de euros por bloqueio de anúncios

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 20 de março de 2019 as 12:25, por: CdB

A Comissão Europeia, segundo a qual a multa corresponde a 1,29 %  do volume de negócios do Google em 2018, afirmou em comunicado que as práticas anticompetitivas duraram uma década.

Por Redação, com Reuters – de Bruxelas

 O Google foi multado em 1,49 bilhão de euros na quarta-feira por bloquear anúncios de busca online de rivais, a terceira multa antitruste da União Europeia aos negócios da Alphabet em apenas dois anos.

Google é multado em 1,5 bi de euros por bloqueio de anúncios em 3ª sanção da UE

A Comissão Europeia, segundo a qual a multa corresponde a 1,29 %  do volume de negócios do Google em 2018, afirmou em comunicado que as práticas anticompetitivas duraram uma década.

– O Google consolidou seu domínio em anúncios de busca online e protegeu-se da pressão competitiva ao impor restrições contratuais anticompetitivas em sites de terceiros – disse Margrethe Vestager, comissária de questões concorrenciais da UE.

O caso envolve sites, como de jornais ou viagens, com uma função de busca que produz resultados de busca e anúncios ligados a pesquisas. O AdSense para buscas do Google forneceu esses anúncios.

A má conduta incluíu impedir editores de colocar anúncios de busca de concorrentes nas suas páginas de resultados de busca, forçando-os a reservar o espaço mais lucrativo nas suas páginas de resultados e a solicitar a aprovação por escrito do Google antes de fazer mudanças na maneira como os anúncios de rivais eram exibidos.

O Google agora está tentando seguir a ordem para garantir um nível igualitário com propostas para impulsionar os rivais de comparação de preços, pedindo aos usuários de Android para escolher seus navegadores e ferramentas de pesquisa favoritas. Os críticos, no entanto, ainda não estão felizes.

Google anuncia Stadia

O Google anunciou na terça-feira um serviço de streaming de videogame chamado Stadia que tenta capitalizar a tecnologia de nuvem da empresa e a rede global de centros de dados.

A tecnologia permite que usuários tenham jogos de ponta no seu browser de internet, sem ter que esperar que qualquer conteúdo seja baixado em seu dispositivo.

O Google revelou o serviço durante apresentação em São Francisco na Game Developers Conference, que juntou nessa semana 25 mil pessoas que trabalham na indústria dos games.

Redes sociais da Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na terça-feira que analisará a decisão do Facebook de bloquear comentários públicos do diretor de redes sociais da Casa Branca, Dan Scavino.

Na noite de segunda-feira, Scavino publicou uma captura de tela de uma mensagem do Facebook dizendo que ele está impedido temporariamente de publicar comentários públicos porque alguns deles foram reportados como spam.

O Facebook disse que o problema foi uma “consequência involuntária” de sua política de spam, acrescentando que fez contato com Scavino e lhe pediu desculpas.

Explicando o erro, o Facebook disse que limita a quantidade de atividades idênticas e repetitivas de uma conta durante um período curto de tempo para frear bots.

– Estes limites podem ter a consequência involuntária de impedir temporariamente que pessoas reais como Dan Scavino realizem tais atividades, mas acabam em uma hora ou duas, que foi o que aconteceu neste caso – disse um porta-voz da plataforma.

– Querido Facebook, incrível. Por que vocês estão me impedindo de responder a comentários que seguidores me deixaram, em minha própria página de Facebook!!?? As pessoas têm direito de saber. Por que estão me silenciando? Por favor me expliquem! – escreveu Scavino em sua postagem mais cedo.

Trump fez coro. “Irei tratar disso!”, tuitou.

O Facebook disse que a questão é “agnóstica em relação aos conteúdos e diz respeito somente a impedir comportamentos repetitivos potencialmente mal-intencionados”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *