Governadores do Nordeste se unem contra a ‘Nova Previdência’

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 15 de março de 2019 as 17:05, por: CdB

A manifestação dos governadores do Nordeste — região que abrange nove Estados — sobre a Previdência contraria o discurso otimista do governo de aprovar a reforma. O ministro da Economia, Paulo Guedes, conta com apoio dos governadores para passar o texto.

 

Por Redação – de Brasília

 

Em carta, governadores da região Nordeste se manifestaram contra pontos da ‘Nova Previdência’, como o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) chama a proposta de reforma, como a criação do regime de capitalização, e de outras medidas em análise no Congresso. Entre elas, eventuais mudanças no Estatuto do Desarmamento que ampliem a circulação de armas.

Governadores do Nordeste promovem um bloqueio contra a reforma da Previdência do governo Bolsonaro
Governadores do Nordeste promovem um bloqueio contra a reforma da Previdência do governo Bolsonaro

A manifestação dos governadores do Nordeste — região que abrange nove Estados — sobre a Previdência contraria o discurso otimista do governo de aprovar a reforma. O ministro da Economia, Paulo Guedes, conta com apoio dos governadores para passar o texto e Bolsonaro chegou a dizer que contará até com votos do PT, partido de oposição e com forte presença no Nordeste.

Aprovação

Os governadores dizem no documento que, em relação à reforma da Previdência, posicionam-se “em defesa dos mais pobres, tais como beneficiários da Lei Orgânica da Assistência Social, aposentados rurais e por invalidez, mulheres, entre outros, pois o peso de déficits não pode cair sobre os que mais precisam da proteção previdenciária”.

O texto também manifesta rejeição à proposta de “desconstitucionalizar a Previdência Social, retirando da Constituição garantias fundamentais aos cidadãos”, afirmam os governadores. O presidente recebeu, nos Estados nordestinos, o menor índice de aprovação, durante a campanha.

Mesmo em regiões onde Bolsonaro foi bem cotado, nas urnas, pesquisas apontam que o declínio na imagem do representante da ultradireita desgasta-se, rapidamente. A exemplo de Minas Gerais e São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *