Governo cubano reage à expulsão de diplomatas

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quarta-feira, 14 de maio de 2003 as 14:10, por: CdB

Nesta quarta-feira, o governo cubano reagiu à ordem de expulsão de 14 diplomatas dada nesta terça-feira pelos EUA. Havana afirmou tratar-se de uma “nova provocação”.

Para Cuba, a decisão americana é um “irracional ato de vingança”, qualificando-a como “arbitrária”.

Num comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros divulgado em Havana, o governo cubano afirma que “vai tomar o tempo necessário para responder a esta nova provocação do governo dos Estados Unidos”.

Na terça-feira os EUA deram um prazo de 10 dias aos diplomatas cubanos, sete da missão de Cuba nas Nações Unidas e sete outros da secção de interesses cubana em Washington, para deixarem o país.

Segundo responsáveis norte-americanos, estas expulsões ocorrem na sequência de uma investigação, iniciada há vários anos, sobre supostas atividades de espionagem.