Governo exonera chefe de gabinete de Regina Duarte

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sábado, 16 de maio de 2020 as 12:56, por: CdB

Braço direito da atriz na secretaria, Pedro José Vilar Godoy Horta foi um dos primeiros nomeados quando ela assumiu a chefia do órgão. Demissão é assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto.

Por Redação, com DW – de Brasília

O governo federal exonerou o secretário especial adjunto Pedro José Vilar Godoy Horta. A medida foi publicada nta sexta-feira em edição extra do Diário Oficial da União. Ele era o braço direito de Regina Duarte na Secretaria Especial da Cultura.

Atriz Regina Duarte assumiu o cargo de secretária da Cultura em março
Atriz Regina Duarte assumiu o cargo de secretária da Cultura em março

A demissão foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto. Não foi indicado nenhum substituto para o posto.

Horta foi um dos primeiros nomeados pela atriz depois de ela assumir o comando da secretaria, em março, tendo sido primeiramente nomeado chefe de gabinete dela. No fim de abril, ele assumiu o cargo de secretário especial adjunto.

Ele era responsável, entre outras coisas, pela coordenação das reuniões de trabalho da atriz na secretaria.

A exoneração

A exoneração ocorre em meio a críticas da classe artística à gestão de Regina Duarte como secretária de cultura. Na quinta-feira da semana passada, em entrevista à CNN, Regina minimizou as mortes do período da ditadura militar e também as mortes pela covid-19.

As declarações da secretária foram alvo de repúdio do meio cultural. Mais de 500 personalidades assinaram um manifesto criticando as falas da atriz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *