Gravadora lança compilação de Nelson Gonçalves

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado quinta-feira, 11 de novembro de 2004 as 20:46, por: CdB

Nelson Gonçalves, uma das maiores vozes masculinas da história da música brasileira, é um dos raros artistas a ter gravado a vida inteira pela mesma gravadora, a RCA Victor (atual BMG). O número exato de gravações não pode ser precisado, mas estima-se que ele gravou aproximadamente 138 discos de 78 rotações (de faixas que não se repetem em seus LPs), 60 discos originais nos formatos LP e CD, além de alguns compactos e inúmeras participações em projetos especiais e discos de outros artistas. São quase mil gravações.

Em novembro, a BMG coloca no mercado a coletânea Nelson, Moderno e Eterno, que revela um lado menos conhecido de Nelson que é justamente o de canções mais modernas, com letras mais arejadas e melodias mais sofisticadas, sem abrir mão de sua verdade.

O repertório inclui pérolas como Corcovado (Tom Jobim), Vida NoturnaEu e a Brisa (Johnny Alf) e Somos Dois (do repertório de Dick Farney). Destaque para os foxes Indian Summer e Night and Day, com letras devidamente vertidas para o português.

O CD inclui ainda um samba menos conhecido do mestre Cartola, Sim, e a melancolia de Gente Humilde, de Garoto, com letra de Vinicius, acrescida de dois versos de Chico Buarque.