Guedes ataca a China em declaração desastrosa para a diplomacia

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 27 de abril de 2021 as 17:49, por: CdB

Sem saber que a reunião estava sendo gravada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o “chinês inventou o vírus”, mas a vacina deles é menos efetiva do que a norte-americana. Em seguida, ele reconheceu a incompetência do governo federal em todos os setores da economia.

Por Redação – de Brasília

Ministro da Economia, o empresário Paulo Guedes fez uma declaração considerada por analistas políticos com “desastrosa para a diplomacia brasileira”. Enquanto era instalada no Senado a CPI do Genocídio, Guedes falava aos presentes na reunião do Conselho de Saúde Complementar.

Paulo Guedes permanece alheio à trágica realidade que o Brasil enfrenta e mantém o discurso irresponsável do personagem austericida fiscalista a todo custo
Paulo Guedes permanece alheio à trágica realidade que o Brasil enfrenta e mantém o discurso irresponsável do personagem austericida fiscalista a todo custo

Sem saber que a reunião estava sendo gravada, ele afirmou que o “chinês inventou o vírus”, mas a vacina deles é menos efetiva que a dos norte-americanos. Em seguida, ele reconheceu a incompetência do governo federal.

— Nós do governo não teremos capacidade de cuidar da saúde do povo — afirmou o ministro.

Guedes também lembrou que “até o foguete da Nasa é privado” porque o setor público não consegue mandar foguete para lua toda hora. O ministro falou sobre a eficiência do setor privado na prestação de serviços.

Demissão

Ao abordar da saúde privada para pobres, ele defendeu o modelo de voucher, assim como já fazia no início do governo e ressaltou que é só uma ideia que ainda não avançou”, aponta o texto de Edna Simão e Matheus Schuch. Guedes não sabia que a reunião estava sendo gravada e transmitida por mídia social. Quando foi informado, falou “não mandem para o ar”.

Com falas desastrosas, como esta que insulta o maior parceiro comercial do Brasil, Guedes passa a ter sua permanência no governo cada vez mais questionada.

Ainda nesta terça-feira, Guedes decidiu trocar o comando da Secretaria Especial de Fazenda após os desgastes nas discussões do Orçamento de 2021. Sai Waldery Rodrigues e entra Bruno Funchal, atual secretário do Tesouro Nacional.

Novo cargo

Integrantes do governo disseram aos jornalistas, nesta manhã, que o trabalho executado pelo secretário especial desde o começo da gestão causou fadiga e desgaste na relação dele dentro e fora do ministério, acima e abaixo na hierarquia.

Jeferson Bittencourt, atual assessor especial de Guedes na interlocução com o Congresso, é o principal cotado para assumir a vaga de Funchal na secretaria do Tesouro. Ele é cogitado há muito tempo por Guedes para assumir um novo cargo em meio às mudanças que são estudadas há meses. Waldery integrava a equipe de Guedes desde o início do governo.