Guedes faz retratação após chamar Brigitte Macron de ‘feia’

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 6 de setembro de 2019 as 08:36, por: CdB

O ministro da Economia repetiu o mesmo erro do chefe em evento público em Fortaleza (CE).

Por Redação, com Sputnik e Agências de Notícias – de Brasília

O ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu desculpas após dizer que a esposa do presidente da França, Brigitte Macron, “é feia mesmo” e disse que a fala foi uma “brincadeira”.

“O ministro Paulo Guedes pede desculpas pela brincadeira feita hoje em evento público em Fortaleza (CE), quando mencionou a primeira-dama francesa Brigitte Macron. A intenção do ministro foi ilustrar que questões relevantes e urgentes para o país não têm o espaço que deveriam no debate público. Não houve qualquer intenção de proferir ofensas pessoais”, afirma a nota.

Em nota oficial, o ministro Paulo Guedes disse que não houve qualquer intenção de proferir ofensas pessoais

Enquanto discursava em um evento para empresários em Fortaleza nesta quinta-feira, Guedes falou sobre os recentes comentários do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sobre Brigitte Macron e Michelle Bachelet : “é tudo divertido, não tem problema nenhum, e é verdade o que o presidente falou, é tudo verdade, a mulher é feia mesmo”.

Bolsonaro

As mulheres brasileiras devem ter vergonha do presidente Jair Bolsonaro, disse o presidente francês, Emmanuel Macron, nesta segunda-feira, revidando depois que o presidente brasileiro zombou de sua esposa no Facebook.

Bolsonaro respondeu no domingo a um post no Facebook que comparava a aparência de sua esposa Michelle, 37, com a esposa de 66 anos de Macron, Brigitte.

– Não humilha cara. Kkkkkk – escreveu Bolsonaro em um comentário amplamente criticado como sexista.

Questionado sobre o incidente em uma entrevista coletiva em Biarritz, onde os líderes do G7 estão reunidos para uma cúpula, Macron disse que os comentários são “extremamente desrespeitosos” para com sua esposa.

– As mulheres brasileiras provavelmente estão com vergonha de seu presidente.

Bolsonaro e Macron começaram a trocar farpas depois que o presidente francês comentou no Twitter sobre o aumento das queimadas na Amazônia, irritando seu colega brasileiro.

– Nossa casa está queimando. Literalmente – escreveu Macron, na ocasião. Posteriormente ele acusou Bolsonaro de mentir sobre seus compromissos em combater as mudanças climáticas.

Antes de Guedes, Bolsonaro havia repercutido uma publicação com ofensas à Brigitte em seu Facebook. O presidente francês, Emmanuel Macron, que trocou farpas com Bolsonaro por conta dos incêndios na Amazônia, disse que a posição do presidente brasileiro é “triste” e que as mulheres brasileiras “sentem vergonha” de Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *