Hackers podem bloquear conta no WhatsApp usando apenas número de telefone

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Redes Sociais, Tablet & Celulares, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 13 de abril de 2021 as 11:44, por: CdB

Nota-se que intrusos utilizam duas vulnerabilidades do aplicativo, em particular, a ligação com o número de telefone e a possibilidade de cortar o usuário do acesso à conta através de uma mensagem para o suporte.

Por Redação, com Sputnik – de Nova York

Especialistas revelaram vulnerabilidade do aplicativo WhatsApp que permite bloquear a conta do usuário, escreve Forbes.

Especialistas revelaram vulnerabilidade do aplicativo WhatsApp que permite bloquear a conta do usuário, escreve Forbes

Nota-se que intrusos utilizam duas vulnerabilidades do aplicativo, em particular, a ligação com o número de telefone e a possibilidade de cortar o usuário do acesso à conta através de uma mensagem para o suporte.

Com o número de telefone inserido no aplicativo, o serviço pede um código de confirmação que habitualmente é enviado por mensagem de texto ou por ligação telefônica. Os hackers inserem um código errado e logo depois pedem um novo, até WhatsApp bloquear por 24 horas o envio de código.

Depois, os intrusos enviam o pedido para o suporte do aplicativo para bloquear a conta por perda do telefone, inserindo o número telefônico da vítima.

Conforme notam os especialistas, o problema é que o WhatsApp analisa automaticamente as solicitações sem verificar se o pedido foi enviado pelo dono da conta.

Recuperar acesso

O usuário pode tentar recuperar o acesso após expiração de 12 horas se o hacker não conseguir reiniciar todo o procedimento.

O observador da Forbes, Zak Doffman, ressalta que o dono da conta pode também perder o acesso para sempre.

Doffman detalhou que, se o hacker provocar o lançamento de alerta de 12 horas três vezes, na terceira vez o aplicativo vai pedir para aguardar apenas um segundo. Depois, o pedido do intruso pode bloquear a conta para sempre.

Em caso de exclusão da conta, a vítima deve apelar diretamente a especialistas do WhatsApp.