Hamilton se arrasta até a linha de chegada após recordes em Silverstone

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Fórmula 1, Últimas Notícias
Publicado domingo, 2 de agosto de 2020 as 13:25, por: CdB

O piloto de 35 anos, que chegou à sétima vitória e cravou mais um recorde em Silverstone foi acompanhado na primeira fila pelo companheiro de equipe finlandês Valtteri Bottas, com Max Verstappen, da Red Bull, em terceiro.

Por Redação, com Reuters – de Silverstone, Inglaterra

Seis vezes campeão mundial de Fórmula 1, o piloto Lewis Hamilton levantou a taça, no lugar mais alto do pódio neste domingo. Depois de colocar a Mercedes na pole position no Grand Prix da Inglaterra, em um recorde histórico, na véspera, Hamilton protagonizou um dos finais de corrida mais emocionantes dos últimos anos.

Hamilton teve o pneu esquerdo furado, na última volta do GP de Silverstone, na Inglaterra
Hamilton teve o pneu esquerdo furado, na última volta do GP de Silverstone, na Inglaterra

O piloto de 35 anos, que chegou à sétima vitória e cravou mais um recorde em Silverstone foi acompanhado na primeira fila pelo companheiro de equipe finlandês Valtteri Bottas, com Max Verstappen, da Red Bull, em terceiro. Mas, na Fórmula 1, largar é uma coisa, chegar é outra.

Últimas curvas

Após largar na 91ª pole da sua carreira, Hamilton fez uma corrida impecável, com atuação perfeita também nos boxes. Mas a escolha dos pneus se mostrou arriscada. A menos de meia volta do final, no entanto, o pneu dianteiro esquerdo furado não o impediu de cruzar a linha de chegada.

O inglês aproveitou os mais de 13 segundos de vantagem para o neerzelandês Max Verstappen para se arrastar, nas últimas curvas, e terminar a prova cinco segundos à frente da RBR. Charles Leclerc, da Ferrari, completou o pódio em terceiro.